Descubra 5 praias pouco conhecidas no Guarujá (SP)

O Guarujá é uma cidade litorânea de São Paulo que é muito conhecida pelas praias. Entre as mais conhecidas, temos: a praia de Pitangueiras, a praia do Tombo, a praia da Enseada. Mas, e as praias pouco conhecidas do Guarujá? Vamos falar sobre elas abaixo.

Para fins de curiosidade, saiba que o Guarujá é uma das melhores opções para quem está em São Paulo e quer fugir da urbanização da capital. Algumas praias são bem concorridas, mas outras muito tranquilas, o que proporciona sossego e paz para o visitante.

A área total de extensão das praias é de mais de 140 mil quilômetros quadrados. Além disso, a cidade tem uma população de 310 mil habitantes (mas, o dado é antigo, de 2015). Número esse que passa dos 400 mil facilmente em altas temporadas.

Atualmente, um hotel 3 estrelas têm diárias a partir de R$ 250 para uma pessoa e com café da manhã. Para quem busca luxo, um de 5 estrelas vai cobrar mais de R$ 1 mil pela diária. De modo geral, a cidade é turística e oferece boas opções de infraestrutura para o viajante.

1 – Praia Preta

A Praia Preta é a primeira das praias pouco conhecidas no Guarujá que você vai ficar sabendo agora. Inclusive, ela deveria ser bastante conhecida, se a gente considerar que é um lugar perfeito para quem gosta de estar naquelas praias bem desertas.

ANÚNCIO

O motivo de tal desconhecimento é o fato de que o acesso para ela é meio “escondido”. Por isso mesmo, ótimo para desbravar roteiros novos no Guarujá, né.

A praia tem 200 metros de extensão. O que faz com que além de ser um destino pouco procurado também é uma praia bem pequena. E o nome você já sabe: a areia de lá é mais escura. Já as ondas são ótimas para o surfe.

Basicamente, o que você tem que saber é que para chegar lá é preciso fazer uma trilha de 30 minutos que começa no final da Prainha Branca, que é a nossa próxima dica.

2 – Prainha Branca

A Prainha Branca também fica no Guarujá, sendo ali bem pertinho da divisa com Bertioga. Apesar de estar na lista dos lugares poucos comuns, acaba sendo um tanto quanto mais conhecida já que é muito buscada por quem gosta de sossego e tranquilidade.

Assim sendo, se você está na capital paulista e quer ir para a praia, mas sem ter que pegar muito trânsito ou congestionamento nas praias, a Prainha Branca acaba sendo uma das melhores opções para você.

O lugar tem uma ótima infraestrutura, com pequenas pousadas e camping. Além disso, dá para almoçar na pequena vila de pescadores que fica lá perto. O acesso, assim como a opção citada acima, também se dá por uma trilha, que saí da Balsa do Guarujá e dura 30 minutos.

3 – Praia do Éden

Só pelo nome você já sabe que vai gostar, né. Essa é outra das praias pouco conhecidas no Guarujá e ela fica entre a praia da Enseada e a praia de Pernambuco. Para sermos mais exatos, fica exatamente dentro do Condomínio de Sorocotuba.

É uma das menores praias também, sendo que tem uma pequena faixa de areia branca e pouquíssimas cadeiras. É ideal para quem quer fugir do óbvio e ficar o dia todo sentado na areia, admirando o mar e suas ondas.

Aliás, por lá as águas são esverdeadas. O lado ruim é que não é um lugar indicado para crianças porque tem um mar de tombo e a trilha dura mais do que 2,5 quilômetros.

4 – Praia de Tijucupava

Essa é outra praia do Guarujá pouco conhecida. Também fica dentro de um condomínio e tem o acesso controlado por ele. Então, não dá para ir lá se você não tem acesso. Justamente por isso, trata-se de uma praia bem reservada mesmo. Dificilmente fica lotada.

O lado bom é que tem estacionamento gratuito e que dá acesso à banheiros e duchas. Além disso, fique atento para o fato de que não há infraestrutura por lá, o que torna indicado ao viajante levar comidas e bebidas, além de fazer o recolhimento do lixo.

Para chegar até você tem que pegar a Rodovia Ariovaldo de Almeida de Viana e a entrada fica no número 3948.

praias pouco conhecidas no Guarujá

5 – Praia do Sangava

Para fechar a nossa lista vamos mencionar a Praia do Sangava, que é uma palavra em tupi-guarani e que significa algo como “Alagado”. Então, já dá para ter uma ideia do que você vai encontrar por lá, né. É uma praia em meio a pedras e árvores.

Assim sendo, o acesso se torna mais restrito e até mesmo mais emocionante. Para se chegar até ela você tem que pegar uma trilha de nível médio, que vai durar mais do que 1 hora e 30 minutos. O acesso se inicia pelo Bairro Santa Cruz dos Navegantes.

Litoral paulista é cheio de trilhas bonitas que levam às praias

O destaque fica por conta da caminhada mesmo, que tem muitas descidas e subidas. Do lado positivo, esse trajeto permite ver borboletas e pássaros. O resultado é uma praia deserta tanto durante a semana como nos finais de semana, também. A praia tem 90 metros de água clara.

ANÚNCIO