Descubra de que forma emitir o visto para o Canadá

Você já deve ter gravado na memória os lugares incríveis que o Canadá tem para visitar, não é mesmo? Só que o que nem todo mundo sabe é que o brasileiro precisa de documentos para ir para esse país. E daí vem a dúvida sobre como emitir o visto para o Canadá.

Agora, este conteúdo não é para falar sobre as paisagens e belezas do Canadá, mas sim sobre o visto. Por sinal, já vamos adiantar uma coisa: o texto foi dividido em duas partes principais. Uma delas é para falar sobre o eTA e o TRV. Se você não sabe o que é isso deveria saber porque são as formas mais usadas para ter um visto de turismo para o Canadá.

Descubra de que forma emitir o visto para o Canadá
Canadian flag in front of beautiful city cityscape modern buildings

Outra informação importante para essa introdução é saber que até mesmo para quem faz apenas uma conexão no Canadá é preciso ter o visto de turista. Só que aí, o visto não vai ter custo. Mas, já vamos falar sobre isso, nas próximas linhas.

Aliás, para terminar a introdução deste conteúdo, vamos lá! O visto de turismo para o Canadá não dá direito para o brasileiro trabalhar e nem mesmo estudar no país. Exceto se for um curso de duração curta, que seja variável até 6 meses, que é o prazo máximo para ficar no país com esse visto, de turista.

1 – A Autorização Eletrônica de Viagem

A autorização eletrônica de viagem (eTA) também chamada de Eletronic Travel Authorization é uma das formas que se tem para emitir o visto para o Canadá.

ANÚNCIO

Para quem não sabe, basicamente, é um visto de turismo para o Canadá que costuma ser a opção de escolha de muita gente por ser mais econômico. E ele é processado mais rapidamente do que a outra opção, também.

De modo geral, ele é usado para quem vai viajar para o Canadá de avião. Já que a entrada no país por vias terrestres e marítimas não aceitam esse tipo de visto.

Dessa forma, todo brasileiro que tenha algum visto para os Estados Unidos ou mesmo um canadense vencido pode solicitar esse visto do eTA. Atualmente, o valor dele é de R$ 20 e o pagamento é feito via cartão de crédito.

Como solicitar o visto eTA

Para quem tem o interesse em solicitar o visto eletrônico, saiba que existe um passo a passo bastante simples. Assim, a primeira coisa é reunir todos os documentos que são necessários, sendo que eles são: passaporte com validade de 6 meses, cartão de crédito e endereço de e-mail.

O outro passo para emitir o visto canadense dessa modalidade é preencher um formulário. E isso tem que ser feito no próprio site do Governo do Canadá. O preenchimento deve ser feito em um tempo máximo.

E, para finalizar o processo, existe o pagamento da taxa do visto também. Para fazer isso, lembrando que o pagamento é feito pelo cartão de crédito, basta seguir as instruções do site do Governo Canadense.

A resposta do pedido do visto canadense não demora a chegar no e-mail. E pode ser que seja necessário enviar alguns dados ou complementos de informações. Lembrado que o eTA não tem um papel impresso, já que ele é eletrônico e consta no sistema de check-in das companhias aéreas e na imigração do país de destino.

Para finalizar o assunto do eTA, considere ainda que a validade dele é de 5 anos. E para renovar o visto do Canadá é preciso emitir um novo documento.

Você também pode gostar de ler…

2 – O Visto Tradicional

A outra forma de emitir o visto para o Canadá é justamente indo no modo mais tradicional. O TRV é o Temporary Resident Visa. Ele nada mais é do que o visto de turismo canadense mais tradicional que existe.

Ele pode ser usado nas vias marítimas, terrestres ou mesmo áreas. E o TRV pode ser solicitado pelo brasileiro que não tem o eTA.

O valor dele não é tão econômico assim, sendo que custa pouco menos de R$ 300 por pessoa. E algumas vezes a biometria pode ser requerida, sendo que o documento vale por 10 anos. Se for necessário a biometria, o custo a mais é de R$ 240.

Como solicitar o visto TRV

O processo de solicitação do visto canadense TRV é bem parecido com o eTA. Sendo que toda informação está no site do Governo Canadense. O que é preciso considerar é que é preciso levar documentos pessoais e preencher formulários também.

Assim, entre os documentos, temos: comprovante de pagamento, passaporte, fotos, comprovante financeiro, certidão de casamento e cartão de intenção. Já quanto ao formulário, no site dá para encontrar vários tipos, como para famílias ou casais, por exemplo.

Também dá para considerar como parte do processo de emitir visto para o Canadá o pagamento das taxas, sendo que custam R$ 80 por pessoa. Dá para buscar em escritórios autorizados ou via postal, por Correios.

O TRV tem validade que varia entre 6 meses e 10 anos. Sendo que isso depende do passaporte.

Observação final

Descubra de que forma emitir o visto para o Canadá

Para terminar o conteúdo é preciso saber que nenhuma dessas formas de vistos é totalmente garantida para o brasileiro entrar no Canadá. Assim sendo, mesmo que o brasileiro preencha os requisitos, ele pode ter problemas para entrar no país canadense. Já que isso depende também de uma análise de imigração.

De qualquer forma, saiba que ter um visto para o Canadá é o primeiro passo para fazer uma viagem com melhor experiência e evitar os imprevistos.

ANÚNCIO