7 tipos de remédios para levar na farmacinha da sua viagem

Independente se vamos para lugares mais próximos ou mais distantes, saiba que a prevenção é uma forma inteligente de curtir a viagem e evitar que os imprevistos estraguem tudo. Assim sendo, montar uma farmacinha pode ser uma boa ideia.

Mas, o que se deve colocar nessa farmacinha é que o grande questionamento. Nós separamos 7 tipos de remédios que são mais usados nas viagens. Acompanhe e saiba quais podem ser interessantes para você.

7 tipos de remédios para levar na farmacinha da sua viagem

1 – De Uso Contínuo

Se você toma algum remédio de uso contínuo vai ter que levar, obviamente. Esses são aqueles remédios diários, usados regularmente.

E a lista deles é bem extensa, podendo ser os anticoncepcionais, para hipertensão, para diabetes, para enxaquecas, etc.

São os remédios que você não pode ficar sem.

2 – Analgésicos

Os analgésicos são aqueles para dores, que são dores que podem acontecer devido à mudança no clima, no tempo ou até mesmo para o fuso horário.

Eles, quase sempre, são levados como maneira estar prevenido para casos de dores de cabeça, por exemplo.

Para as mulheres, vale considerar que além dos analgésicos tem também os chamados antiespasmódicos, que são aqueles usados para as cólicas menstruais, sendo que são compostos com analgésicos também.

3 – Anti-inflamatórios

Como o nome diz são para dores inflamatórias, geralmente, dores que são diferentes daquelas tratadas com analgésicos. O principio ativo dele é diferente.

Aqui, vale a dica de ter a receita médica porque a maioria é vendida somente sobre prescrição. Alergias e edemas, por exemplo, são tratados com esse tipo de remédio.

4 – Relaxante Muscular

É para dores musculares, que podem acontecer devido ao tempo de viagem ou mesmo durante um acidente ou imprevisto.

A ideia deles é tratar os músculos, só que eles também acabam sendo úteis como relaxantes, auxiliando nas dores de ouvido durante a viagem e no relaxamento.

5 – Antialérgicos

Também são úteis para tratar alergias, dermatites e até mesmo gripe. No entanto, eles também são vendidos com prescrição do médico e podem trazer efeitos colaterais, como a sonolência.

Por isso, só tome esse tipo de medicação se estiver mesmo precisando e se estiver com o receituário. Isso tudo para evitar que sua viagem não seja perdida com você deitado na cama por vários dias.

6 – Antieméticos

O nome é diferente, mas você já deve ter ouvido falar desse tipo de remédio. São aqueles clássicos que acabam sendo indicado para quem vai viajar de avião e tem enjoos.

Geralmente, eles são usados para evitar ou diminuir as náuseas durante o voo. Aliás, também podem ser usados para quem pratica atividades, nos passeios, que podem disparar enjoos.

O cuidado é para o fato de que eles também causam sonolência.

7 – Intestino e Digestão

Entre os remédios que também são importantes para compor a farmacinha da sua viagem estão aqueles para problemas no intestino e na digestão, como um todo.

Eles podem ser antigases, laxantes, antiácidos e outros. E são importantes porque quando a gente muda a alimentação, o corpo pode estranhar e isso pode ser um problema, descrito como azia, má-digestão, intestino preso ou solto, etc.

Por isso, ter esses medicamentos na mala pode ser bom.