O investimento em ouro vale a pena? Vamos descobrir

Após o início da crise econômica que se iniciou no mundo todo devido a pandemia do Coronavírus, muita gente começou a se perguntar sobre o investimento em ouro. Inclusive, uma parte dessas pessoas começaram a comprar fundos que aplicam em ouro.

Mas, será que essa é uma boa ideia de aplicação financeira para esses dias? Porque investir em ouro é algo visto como recomendável para os momentos de crises? Aliás, como dá para investir em ouro aqui no Brasil? Vamos falar um pouco sobre tudo.

Até mesmo porque se você dedica uma boa parte da sua vida financeira para investimentos, com certeza, sabe da importância de fazer o dinheiro trabalhar para você, não é mesmo? Então, de fato, o ouro é uma opção. Mas, vamos descobrir se é boa para você.

Para que o conteúdo ficasse bem mais atrativo e fácil de ser lido, a gente optou por separar ele em grandes tópicos, que na verdade são as perguntas mais comuns que os brasileiros fazem hoje em dia acerca desse investimento financeiro.

Por que investir em ouro no Brasil?

A primeira coisa que se deve pensar sobre o investimento em ouro é os motivos que se tem para isso. De modo geral, o ouro é um metal que recebe a influência da cotação diretamente no seu ativo. Parece difícil, mas não é.

ANÚNCIO

Para quem tem tempo para resgatar o ótimo, o investimento em ouro se torna opção. Isso porque ele sempre é pensado no longo prazo. Outro ponto é que é usado para proteger a carteira de ativos em momentos de crise. Nesse caso, também pode ser boa ideia.

Para entender melhor sobre isso, saiba que os investidores mais experientes consideram 2 opções viáveis como fontes de segurança para ter uma carteira protegida hoje em dia: ouro e dólar. Por isso, há tantos fundos baseados nesses dois “produtos”.

Qual é o valor para investir em ouro?

Essa é uma das dúvidas mais comuns que os brasileiros possuem. Só que a resposta é bastante variável porque vai depender do tipo de produto baseado no ouro que você vai comprar.

Para se ter uma ideia, a XP Investimentos tem um Fundo Trend que aplica em ouro e exige um valor mínimo inicial de R$ 100 (no início era de R$ 500). Nesse caso, a taxa de administração é de 0,50%, sendo que ele não está atrelado ao dólar.

Outro ponto bem legal de ser comentado aqui é sobre a porcentagem da carteira de ativos que vai para os ativos em ouro. E isso também não tem resposta exata. Mas, para quem busca uma forma de manter a carteira segura em momentos de crise, recomenda-se 10% do todo.

Qual é o valor do ouro?

Outra dúvida muito comum é sobre o valor do ouro. Saiba que, obviamente, ele varia e, por isso, é um ativo visto como investimento financeiro. Mas, vamos entender melhor isso.

A primeira coisa é que o metal sofre com a oferta-demanda. Ou seja, quanto maior for a procura por ele ou mais ativos estiverem atrelados a ele, então, maior será o preço do ouro.

Outra coisa é sobre o fato dele fazer parte das commodities. Sendo assim, exatamente como milho e soja, ele tem cotação internacional. Por isso, além da oferta-demanda também há oscilações com base em boatos e especulações.

Como comprar o ouro aqui no Brasil?

O investimento em ouro pode ser feito de vários modos. O mais simples é através de fundos de investimentos, como o da XP, que foi citado mais acima. Aqui, a ideia é simples: acompanhar o preço do ouro.

No entanto, a forma mais buscada é através da Bolsa de Valores do Brasil, a B3. Logo, o processo é muito parecido com a compra de ações.

De modo geral, o investidor acaba por negociar um contrato que está atrelado a uma quantidade de ouro físico. Na Bolsa, por exemplo, você pode ir até lá resgatar as suas barras, com quantidade mínima de 250 gramas – mas, isso não recomendado.

Ainda temos uma terceira opção, que é através do COE, que é o Certificado de Operações Financeiras. Esse é um tipo de produto de corretoras de investimento que tendem a mesclar a renda fixa com a renda variável. A XP também tem um COE focado em Ouro.

Então, esse investimento vale a pena?

Como todo ativo da renda variável, ninguém consegue presumir o que vai acontecer. Ainda que muitos especialistas veem alta do preço do ouro nos próximos anos. Isso se tornou ainda mais visível agora, no período de pandemia. Mas, é preciso cuidado.

IPCA+ 2035 – saiba se é uma boa opção para fazer a viagem dos sonhos

Ao menos tempo, como sempre acontece na Bolsa, quando um ativo valoriza demais, a tendência é que ele perca valor em seguida. Então, o que não se recomenda é um investimento muito alto nesse tipo de ativo.

Se você tem uma carteira de ativos balanceada e quer protege-la, então, sim. Dá para pensar no ouro como um desses ativos. Assim como no dólar. No entanto, que esse valor não ultrapasse os 10%.

Além do mais, quanto mais ligado às notícias econômicas você for, mais é a tendência de que saiba qual é o momento certo para investir em ouro na sua carteira.

Sobre a cotação do ouro

O investimento em ouro vale a pena? Vamos descobrir

Para fechar o artigo, saiba que a cotação atual do ouro está em torno dos R$ 320, ao passo que você pode se manter atualizado sobre isso no site da B3.

ANÚNCIO