5 dicas para criar o seu roteiro de viagens para dar a Volta ao Mundo

34

Desde quando foi lançada a obra “A Volta ao Mundo em 80 Dias” a gente sabe que dá sim para dar a volta ao mundo. E isso já nem é um sonho impossível de ser realizado. Aliás, hoje dá para fazer isso de avião, pousando em várias terras diferentes, né.

Aliás, se você pesquisar vai ver que tem companhias aéreas e plataformas digitais que possibilitam pacotes de viagens que permitem uma verdadeira “viagem ao redor do mundo”. Se você está pensando nisso, continue lendo.

Isso porque abaixo vamos trazer algumas dicas que são importantes e devem estar dentro do seu roteiro de viagens para dar a volta ao mundo. Afinal, uma viagem como essa tem que ter uma estratégia e com planos A, B e C, não é mesmo?

1 – Os continentes

Antes de tudo, considere que para fazer uma viagem e dar a Volta ao Mundo, você vai ter que passar por todos os continentes. Se não, a volta ao mundo estará incompleta.

PROPAGANDA

Aí, o que muita gente tem feito é selecionar um ou outro país de cada continente. Essa é uma forma legal de conhecer culturas diferentes e você pode pensar assim também.

Existem, inclusive, dicas de países que são bons para brasileiros em cada continente. Portanto, pesquise sobre isso. E saiba que passar por todos os continentes é um requisito.

2 – O tempo da viagem

Outra coisa é considerar o tempo da viagem, obviamente. Em uma viagem ao redor do mundo, não tem como ser uma viagem de menos de 5 dias, está bem? Portanto, isso tem que estar no seu plano de viagens.

Agora, saiba que quanto mais tempo passar viajando maiores serão os gastos também.

Tem países que valem a pena ficar mais dias. Tem outros, que até dá para ficar apenas algumas horas. O importante é você conseguir criar um roteiro que ligue um país à outro, uma passagem aérea à outra, também.

3 – O clima do lugar

Outra dica bem legal é considerar quando você vai viajar para saber o clima do lugar, né. Isso pode parecer bobagem, mas faz diferença. Existem países que não são legais de serem visitados no frio, por exemplo, porque se torna inviável para algumas atrações.

Outra coisa boa de se pensar sobre isso é estar preparado, seja com biquínis ou com casacos.

4 – A documentação

Outra dica é se atentar à documentação exigida em cada lugar que você vai passear. Aqui na América do Sul, a gente sabe que tem as regras do Mercosul, onde o trânsito de brasileiros quase sempre é livre.

Mas, em países de outros continentes, não é bem assim que funciona. Inclusive, você vai ter que ter a carteira de vacinação e o seguro viagem, que são peças imprescindíveis para a sua viagem ao redor do mundo.

5 – O orçamento financeiro

Por fim, o que deve estar no seu cronograma também é o orçamento financeiro. Isso porque ele é importante desde a escolha dos países por onde você vai até a compra das passagens, hospedagens, alimentação, transporte.

Saiba quanto você tem disponível, quanto pode gastar e quais as alternativas mais econômicas para a sua viagem.

PROPAGANDA