Aprenda como vender dólares de forma segura após uma viagem internacional

Uma dúvida que muita gente tem é quando sobra alguns dinheiros estrangeiros na carteira. Aí, no retorno ao Brasil, a pergunta é sobre como vender dólares de forma segura. Aliás, como vender qualquer moeda estrangeira de maneira a não perder dinheiro, né.

Isso porque até existem alternativas, como a de guardar o dinheiro para uma próxima viagem. Só que no geral, as pessoas optam pela venda do dinheiro. Aí, com os reais em mãos dá para pensar melhor no que fazer com eles.

A boa notícia é que vender o dólar, que é a moeda mais forte e mais conhecida do mundo, é uma coisa muito simples. Só que trouxemos aqui algumas dicas que podem fazer toda a diferença na hora de você fazer esse processo de maneira confiável.

A compra dos dólares

Antes de citar exatamente onde e como vender dólares de forma segura, vamos falar sobre a compra da moeda estrangeira. Saiba que isso tem que fazer parte do seu planejamento financeiro para qualquer viagem para o exterior.

ANÚNCIO

É uma prioridade porque usar o cartão de crédito internacional em outros países pode sair bem mais caro. Isso porque ele tem o IOF, que é um imposto de 6,38% cobrado sobre cada compra que você faz com o cartão. No dinheiro em espécie, mesmo com a taxa do câmbio, você paga mais barato.

Agora, uma dica importante é comprar dólar aos poucos até que se chegue a viagem. Se você deixa tudo para a última hora pode correr o risco de pagar uma taxa ou cotação alta demais. Isso acaba saindo muito caro para o turista e o prejuízo é grande.

Aí, mesmo que você tenha conseguido economizar na viagem e fez sobrar alguns dólares, saiba que existem as chances de vender os dólares. E, abaixo, a gente vai mostrar como fazer isso sem correr riscos. Leia.

Em casas de câmbios ou bancos

A primeira coisa é considerar a venda da moeda em casas de câmbios que sejam confiáveis. Por isso, se você está mesmo decido a vender a moeda para amenizar gastos das viagens ou mesmo para ficar com os reais, essa é uma boa ideia.

Agora, o que você tem que saber é que esses lugares praticam as taxas conforme o que está sendo praticado no mercado naquele dia e momento. Assim sendo, pode ter muita variação entre uma casa e outra e entre um dia e outro, também. A dica é pesquisar.

Essa pesquisa sobre o preço do dólar em casas de câmbio tem que ser feita com foco nas taxas negociáveis. No Brasil, alguns bons exemplos são a Confidence Câmbio e a MultiMoney. Elas têm nome no mercado e existem há bastante tempo.

Outra coisa importante para quem vai vender dólares de forma segura é considerar os bancos. Eles são empresas financeiras que também exercem esse papel de trocar moedas.

Descubra como baixar o aplicativo do Itaú para comprar dólar ou euro

Por isso, fale com o gerente da sua agência e estude essa possibilidade. Lembrando que a pesquisa é fundamental em todos os casos.

Para pessoas que vão viajar

Mesmo que não seja uma prática totalmente correta, não existe lei que proíba a venda de dólares para pessoas próximas a você que vão viajar nos próximos dias. Essa é uma boa ideia para facilitar a sua vida e a da pessoa, também.

Se você tem alguns dólares em casa, que não são muitos, cogite oferece para amigos que estão indo para os Estados Unidos ou outros países. Essa também é uma forma de vender dólares de forma segura.

Assim, você consegue um valor justo e o seu amigo também. Dá para usar os preços praticados em casas de câmbio ou até menores, para ajudar quem precisa viajar com o dinheiro americano.

Mesmo porque a maioria das pessoas que vão para outros países querem evitar a ida até as casas de câmbio devido às altas taxas que esses lugares cobram.

Saiba como conseguir boas taxas

Agora, tem um segredo que pouca gente sabe e quem sabe não costuma falar. Mas, geralmente, funciona. Quase sempre que você vai vender o dólar, você vai perder algum dinheiro. Por isso, a pesquisa é importante, como falamos acima.

No entanto, a facilidade no pagamento, seja nas casas de câmbio ou nos bancos, pode fazer toda a diferença para conseguir taxas melhores. A maioria dos lugares pagam taxas melhores para pagamentos em dinheiro em espécie.

O erro, portanto, está em não pesquisar e não cogitar a forma de pagamento. Esse conjunto de fatores é o que vai fazer você encontrar boas taxas de dólar no mercado. A consequência é que você minimiza a perca do dinheiro ou a sua desvalorização.

CVC Viagens lista 10 países para fugir do dólar

Se nada der certo, guarde os dólares!

Por último, vale considerar esse tópico que diz que se nada der certo, do que foi dito acima, você ainda tem a alternativa de guardar o dinheiro, ao invés de vender dólares de forma segura. Isso porque se você vai fazer outra viagem no futuro, a ideia se torna válida.

Aliás, mesmo que você não vá viajar no futuro, saiba que guardar o dinheiro em casa por alguns dias, meses ou anos pode resultar em uma valorização do mesmo.

Agora, atenção! A quantia de dólar que você vai vender tem que ser considerada. Se você tem apenas alguns dólares, nem vale a pena ir na casa de câmbio trocar. E, nesse caso, o melhor mesmo é guardar em casa, viu.

Por outro lado, se estamos falando de valores maiores, saiba que você pode esperar o momento certo para vender e ganhar algum dinheiro com isso.

ANÚNCIO