Saiba quais são as vantagens de investir em fundos imobiliários para viajar mais

Como assim: investir em FIIs para viajar mais? Calma que a gente vai explicar isso muito bem no decorrer do texto. Mas, de antemão, saiba que a ideia é mostrar as vantagens de investir em fundos imobiliários, que é um investimento que permite uma renda mensal.

Então, explicando de forma mais simples possível, é como se você investisse dinheiro em um ativo e ele retornasse os juros para você mês a mês. Então, você pode usar o rendimento para fazer o que quiser, como viajar mais, por exemplo.

Ficou confuso? Talvez pode ser porque você ainda não entende por completo o que é um FII. Se esse é o seu caso, leia o tópico abaixo. Agora, se você já sabe o que é esse tipo de fundo, então, pule o próximo tópico e vamos logo falar das vantagens dele.

Mas, o que são os FIIs

Ah, mas se você ainda não sabe o que são os FIIs e como eles permitem que as pessoas possam viajar tendo uma renda mensal sem ter que trabalhar, então, a dica é ler a nossa última matéria, que explicamos exatamente como funcionam os FIIs na bolsa de valores.

Entenda o que são FIIs e saiba como ser aquelas pessoas que vivem viajando

ANÚNCIO

Nessa matéria, a gente fala sobre aquela ideia que muita gente tem de viver viajando sem ter que se preocupar em ter que estar no escritório trabalhando para ganhar dinheiro. Afinal, os FIIs possuem os dividendos, que são pagamentos mensais aos investidores.

No conteúdo, a gente explica o que são FIIs, a rentabilidade dos FIIs, alguns exemplos e até mesmo os custos dos FIIs. Não deixe de ler e entender antes de continuar nessa leitura.

As vantagens de investir em fundos imobiliários

Existem várias vantagens desse tipo de aplicação. Assim como também existem desvantagens. Vamos falar dos dois pontos de uma forma bastante simples para que todo mundo entenda. E começaremos pelas vantagens, obviamente.

Os juros

De modo geral, eles são menos voláteis do que comprar ações na bolsa de valores. Também como é comum, quase sempre estão rendendo acima do CDI, que é o principal indicador da renda fixa no país. Então, temos a vantagem dos juros ou dos rendimentos.

Os imóveis

Uma segunda vantagem é que eles são mais simples de serem negociados do que os imóveis físicos, propriamente ditos. Então, você não precisa construir, nem reformar, nem colocar à venda na imobiliária, nada disso.

Os imóveis estão em fundos, que podem ser comprados por cotas. Simples assim. E o melhor é que você recebe o valor do aluguel, que nesse caso pode ser chamado de dividendos, que são pagos mensalmente, pela maioria dos FIIs.

O investimento

Um próximo ponto, que também cita as vantagens de investir em fundos imobiliários, é que o investimento é fácil de ser feito. Sendo que você só tem que ter a conta na corretora, abrir o home broker ou aplicativo, e comprar o fundo, como se fosse uma ação mesmo.

A liquidez

Um último ponto que queremos destacar aqui é que eles são mais líquidos do que os imóveis físicos. Assim sendo, você poderá vender as suas cotas quando desejar ou achar conveniente. Como? Do mesmo modo que se investe: pela corretora.

Já se fosse um imóvel físico, então, isso poderia levar meses ou anos e ainda você poderia ter problemas com a negociação, com as taxas, com a parte do vendedor, etc.

As desvantagens dos FIIs

E para sermos justos, saiba que além das vantagens de investir em fundos imobiliários também temos que falar dos pontos negativos. Mas, não se preocupe porque eles são bem claros de ser entendidos também. Confira alguns deles.

O mais comum deles tem a ver com os custos. Primeiro que tem a taxa de corretagem. Mas, aqui vem a notícia boa: a maioria das corretoras estão isentando essa taxa do investidor. Portanto, não é um problema tão grande assim, né?

Ainda mais porque no imóvel físico você teria um custo de 6%, pelo menos, da comissão da imobiliária e mais os gastos com cartórios e tributos. Ah, nos FIIs tem os tributos do IR também, que é sobre o lucro e se paga na hora de fazer as vendas.

Uma próxima questão é sobre o estudo dos fundos. Logo, não dá para sair por aí comprando qualquer FII que você achar. Na verdade, o ideal é estudar a gestora, a empresa por trás, os valores, os preços, os dividendos, o número de imóveis, etc.

Vale a pena investir em FIIs

Para terminar o artigo, como a gente gosta de fazer, considere que fica a reflexão sobre comprar os FIIs para viajar mais. Afinal, será que é uma boa ideia para você? A primeira coisa a se pensar é que você precisa ter o seu perfil financeiro.

vantagens de investir em fundos imobiliários

Ou seja, se você não tem perfil moderado para agressivo e é conservador, então, é melhor ficar com a renda fixa, que rende menos. Mas, pelo menos, ela não tem oscilação. Isso porque os FIIs estão na bolsa de valores e podem oscilar diariamente ou de tempos em tempos.

Além do mais, considere que tudo vai depender do seu objetivo. Os FIIs permitem sim pagamento de renda mensal na maioria dos casos. Porém, para ter uma boa renda é preciso ter um patrimônio investido alto.

Então, se você pretende fazer uma viagem mais para o futuro, daqui há uns 10 anos, novamente, o FII volta a valer a pena, mesmo para quem não tem muito a aplicar agora, mas pretende ir fazendo aportes. Então, além do perfil, análise o seu objetivo também.

E se você gostou do texto, saiba que a gente tem outro, que explica como investir nos FIIs pela corretora. Se quiser, você também pode ler.

ANÚNCIO