Saiba porque trocar a poupança pela renda fixa

Nos últimos dias, a gente tem nos dedicado a criar conteúdos financeiros informativos. Mas, oras, isso é mesmo importante para um blog de viagens? Claro que isso. E uma das provas essa matéria que você lê agora, sobre trocar a poupança pela renda fixa.

Abaixo, vamos indicar diversos motivos para você fazer isso o quanto antes. Mas, para início de conversa, vamos considerar um exemplo bastante interessante. Ele é hipotético, só que poderia muito bem ser uma realidade.

Você pretende fazer uma viagem no começo de 2025. Para isso, decide guardar R$ 100 por mês. Logo, quanto você terá? Se for na poupança serão R$ 6.130,12. Mas, se fosse no Tesouro Selic seria R$ 6.341. Dá R$ 200 de diferença. Ou seja, são 2 meses que você ganhou.

Consegue ver a diferença entre escolher um ativo ou outro? Isso é importante ainda mais quando notamos que investir no Tesouro Direto, por exemplo, é muito simples. Sem contar que ele é considerado mais seguro do que a poupança.

Os motivos para trocar a poupança pela renda fixa

Agora que você já viu um exemplo, considere que vamos focar nos motivos que provam porque a poupança não é a sua melhor ideia para juntar dinheiro para viajar. São muitos os motivos, mas separamos os que mais vão te impressionar. Acompanhe.

ANÚNCIO

Aliás, se você quiser fazer novas simulações online como essa que fizemos acima, saiba que o site do Tesouro fica liberado todo dia e toda hora. É só você inserir os valores, escolher o título e fazer a simulação.

Poupar não é o mesmo que investir

A poupança foi feita para quem quer poupar dinheiro. Logo, ainda que ela pague alguma rentabilidade, a ideia dela nunca foi a de deixar o cliente rico. Um poupador é aquele que poupa, ou seja, guarda dinheiro.

Já a ideia de investir dinheiro, que não é o foco da poupança, é muito além. No geral, nos investimentos a gente ganha rendimentos. É porque que há tantas opções melhores do que a poupança para quem quer, de fato, investir dinheiro.

Investir na renda fixa é muito simples

Se antes existia um mito sobre a dificuldade de se investir dinheiro, hoje em dia isso não existe mais. Atualmente, todo mundo pode investir – até mesmo quem tem o nome sujo, quem tem pouco dinheiro, quem tem objetivos variados, quem é casado, solteiro, grande, pequeno, etc.

Dá até para fazer isso pelo banco. Só que as corretoras têm apresentado facilidades bem interessantes, além de quase sempre isentarem qualquer custo para se investir em ativos da renda, como o Tesouro ou CDBs.

A renda fixa é um investimento muito seguro

Quando a gente pergunta para as pessoas porque elas optam pela poupança, uma grande parte fala da segurança. No entanto, esse também pode ser um motivo para trocar a poupança pela renda fixa. Por que? Porque elas são tão seguras ou mais do que a caderneta.

Por exemplo, a poupança é segura porque é garantida pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Mas, você sabia que o CDB, a LCI e a LCA também são? Já o Tesouro é garantido pelo Tesouro Nacional, o que o torna ainda mais seguro do que a poupança.

Dá para investir a partir de R$ 1 na renda fixa

Outra coisa que os investidores da poupança afirmam em dizer é que não há um valor mínimo para investir na poupança. Isso é verdade. Porém, você sabia que na renda fixa também há ativos com valores iniciais populares, a partir de R$ 1? É verdade.

A LCI e a LCA geralmente possuem valores mais altos. No entanto, o Tesouro Direto possui ativos que partem dos R$ 30. E em vários bancos você encontra CDBs que permitem aplicações a partir de R$ 1. Logo, essa não é uma desculpa para ficar na poupança.

O rendimento da poupança é bem ruim

A gente já falou um pouco disso, mas vamos complementar agora. Atualmente, o rendimento da poupança fica abaixo de praticamente todos os ativos da renda fixa que conhecemos. Logo, parece não haver motivos para ficar preso a ela.

Sem contar que na poupança o rendimento só se dá a partir do 30º dia de aplicação. Ou seja, se você resgatar antes, ele não rende nada. Já na renda fixa, os rendimentos são diários. Logo, rendem todos os dias, o que os tornam ainda mais vantajosos.

Atualmente, a poupança perde para a inflação

O poder da inflação é muito sério, só que pouca gente sabe como funciona. Então, vamos a outro exemplo hipotético. Você resolve juntar dinheiro na poupança para viajar. A sua viagem custa R$ 2 mil e você resolve juntar 10 meses de R$ 200.

Planejando a viagemdescobrimos como juntar dinheiro todo mês sem desistir

No entanto, quando você vai retirar o seu dinheiro, mesmo que você tenha um pouco mais de R$ 2 mil lá, você note que a sua viagem agora custa bem mais do que os R$ 2 mil. Por que? A inflação no período foi alta. Ou seja, podemos dizer que o seu poder de compra caiu.

Há bons motivos para sair da poupança, não acha?

rocar a poupança pela renda fixa

Para terminar, deixamos aqui essa reflexão. Para haver bons motivos para trocar a poupança pela renda fixa, você não acha? E isso vai desde a segurança dos ativos, a rentabilidade, os aportes e até mesmo as opções que o mercado oferece.

Se você nunca investiu antes, saiba que dá para começar com pouco. E o melhor caminho sempre vai ser o estudo, o conhecimento, a busca por informação.

ANÚNCIO