4 Trilhas Legais para Curtir a Natureza em São Paulo

25

Tem momentos que todo mundo deseja se desligar do agito do dia-dia e estar perto da natura para recuperar as energias.

Desbravar um mundo novo não é tão complicado, já que você pode optar por uma viagem rumo à uma trilha, que pode ser uma ótima forma de se conectar com um ambiente repleto de belezas naturais e contemplar o encanto a da fauna e flora.

O Estado de São Paulo, dispõem de excelentes trilhas para praticar trekking.

Tanto nos arredores da capital quanto no interior possui ótimas opções para quem deseja se aventurar e conhecer lugares novos e fascinantes.

Alguns desses percursos podem ser mais tranquilos enquanto outros requerem um grau maior de esforço físico.

Na sequência, selecionamos quatro trilhas especiais para você conhecer no Estado.

1 – Parque Estadual Alberto Löfgren (Horto Florestal)

Localizado aos pés da Serra da Cantareira, o parque é mais conhecido como Horto Florestal.

Criado em 1896 pelo sueco e botânico Albert Löfgren, o local possui uma área de 187 hectares sendo que 35 são reservadas para uso público.

O visitante terá a oportunidade de obter um convívio bem ativo com a fauna e flora local. No parque também há pistas de cooper, equipamentos de ginástica, lagos, trilhas para caminhada e áreas de piquenique.

A reserva abriga um Instituto Florestal e o palácio de verão do Governo Estadual, além de lagos, bicas e áreas abertas.

O visitante ainda poderá conhecer o Museu Florestal Otávio Vecchi e o marco do trópico de Capricórnio, que passa pelo parque.

2 – Parque Ecológico do Tietê

Inaugurado em 1982, o parque é uma das maiores reservas ambientais do Estado, com mais de 14 milhões de m².

Ele está inserido no projeto Parque Várzeas do Tietê, que tem como objetivo recuperar as várzeas naturais ao rio Tietê e, consequentemente, proteger a população de enchentes.

Além de preservar a natureza local, a reserva abriga o Centro de Educação Ambiental, o Centro Cultural, o Museu do Tietê, uma biblioteca e o Centro de Recepção de animais silvestres.

O Parque Ecológico do Tietê possibilita aos frequentadores uma gama de atividades culturais, educacionais, recreativas, esportivas e de lazer.

3 – Parque Estadual da Serra do Mar (PESM)

Esse lugar é excelente para exploração ecoturistica, devido suas diversas trilhas. A Trilha noturna é um passeio onde o visitante pode presenciar animais de hábito noturno.

Outro trajeto famoso é a Trilha do Jequitibá, pois nela está instalado o Circuito de Observação de Aves, projeto que possibilita avistar diversas espécies nativas.

Infelizmente o parque não possui entrada gratuita, sendo necessário agendar as visitas e comprar os ingressos a custo de R$ 12 por pessoa.

4 – Parque Estadual Intervales

Uma boa opção para quem está no interior, pois o parque abriga a Trilha do Mirante da Anta.

Com um percurso de 4,2 quilômetros (ida e volta), ela possibilita contemplar uma bela vista panorâmica da região de Ribeirão Grande.

O trajeto tem aproximadamente 2 horas e 30 minutos de duração, e os visitante poderão avistar diversas espécies de aves, além de aproveitar a beleza da vegetação da Mata Atlântica, que fica encantadora principalmente na primavera.