Saiba se tomar remédio para viajar de avião é uma boa ideia para você

No Brasil, assim como em uma boa parte do mundo, a realidade sobre os voos de avião mudou muito nos últimos tempos. Se antes isso era um sonho, hoje já é hábito e cotidiano de muita gente. Agora, tem ainda quem nunca tenha feito isso e tem medo. Aí, vem a pergunta: “será que tomar remédio para viajar de avião é recomendado”? É sobre isso que vamos falar agora!

A gente não gosta de fazer hipocrisia, portanto, a gente sabe que você já deve ter ouvido esse conselho antes. Ainda mais se você comentou que tem medo de viajar de avião ou se tem problemas com ansiedade e nervosismo. E a lista de medicações que te indicam é bem grande, né.

Assim, a nossa ideia aqui não é a de te dar um laudo médico dizendo qual é o remédio certo para você tomar. E também não queremos responder à pergunta de forma única dizendo que “sim, pode tomar” ou que “não, nunca tome”. A nossa ideia é refletir sobre o assunto. E qualquer dúvida pode ser tirada com o seu médico.

O conselho do médico!

E já que falamos do médico, vamos direto a esse ponto, logo de início. Saiba que o médico é o profissional mais indicado para te falar sobre esse assunto. Independente se quem tem recomendou é confiável ou não, se não for o seu médico, talvez, seja melhor você não seguir a dica!

ANÚNCIO

E motivos não faltam para você acreditar, apenas, no seu médico. Obviamente, ele tem uma formação técnica e superior muito importante para te dar esse tipo de conselho. Além disso, ele conhece a variação dos medicamentos e sabe, até mesmo, dos efeitos colaterais.

Já o seu amigo ou quem indicou o remédio acaba sendo apenas alguém muito bem-intencionado a tomar essa decisão de viajar de avião. Mas, ele não tem respaldo técnico e nem confiável para isso, né. Infelizmente, essa é a verdade que você tinha que ouvir.

Assim sendo, a primeira coisa é considerar o conselho médico. E, diferente do que você pensa, é bem comum que ele te indique sim tomar remédio para viajar de avião, viu. E isso pode te ajudar muito na sua próxima viagem.

Qual remédio o médico indica?

Outra dúvida que muita gente tem é sobre quais os remédios que são recomendados pelos médicos. E a lista é bem grande, né. Partindo do bom e velho Dramin ou seus concorrentes, que são para combater o enjoo e realmente costuma dar muito sono.

Mas, também tem que cite até mesmo antibióticos, anti-inflamatórios, calmantes, antidepressivos, produtos naturais e por aí vai. Mas, se você leu o texto todo até aqui sabe que o ideal é “consultar o médico”.

Isso porque, apesar de poder te falar para tomar remédio para viajar de avião, ele vai estudar o seu caso e fazer uma análise sobre o que você pode e o que não pode tomar nesse caso. Afinal, não existe um remédio para viajar de avião, né.

O que via acontecer é que você vai acabar tomando um remédio que pode te ajudar com isso, só que esse remédio não tem essa função como prioritária. Ah, e tomar um remédio sem o conselho médico pode te prejudicar de uma forma muito séria!

As possibilidades de medicações!

Aqui, a gente vai trazer algumas possibilidades de medicações que costumam ser mais comuns aos viajantes que tem aquele frio na barriga durante a decolagem ou a aterrissagem. Mas, novamente, saiba que são possibilidades e só falando com o médico você vai saber o melhor para você, ok!

ALTERAÇÃO DE HORÁRIOS

Uma das formas mais simples de resolver isso é o fato de que, se você já toma algum remédio que dê sono, o médico pode te ajudar a trocar de horários. A ideia é que você tome a medicação no horário do embarque ou poucos minutos antes.

Agora, obviamente, nem todo remédio pode ser tomado em qualquer horário. E a partir da mudança você precisará seguir um novo cronograma de horários e dosagens. É por isso que só o médico pode trazer essa recomendação.

ALTERAÇÃO DE MEDICAMENTOS

Uma segunda opção é a de mudar os remédios também. Se você já toma algum tipo de remédio, saiba que o seu médico pode te recomendar algum que tenha um efeito colateral que te dê sono. O lado ruim é que isso pode atrapalhar a sua viagem toda, né.

Então, é bem importante falar isso com o médico antes e até mesmo contar sobre o seu roteiro de viagens para saber se é uma decisão inteligente ou não.

OS REMÉDIOS NATURAIS

Aí, uma nova opção que se tem usado muito quando o assunto é tomar remédio para viajar de avião tem a ver com os remédios naturais. A gente sabe que a natureza tem vários elementos que permitem sensações tranquilizantes e calmantes.

E esses elementos podem ser consumidos de forma menos prejudicial ao corpo. Uma ideia são os homeopáticos. Há ainda os chás e as fórmulas. E o médico vai poder te receitar aqueles produtos ou ingredientes que não vão te prejudicar com base em seu histórico clínico.

OS REMÉDIOS NÃO NATURAIS

Agora, os remédios não naturais, como é o caso do Dramin e outros, podem ser recomendados também. Mas, nem todo médico gosta disso. Isso porque eles podem gerar um efeito colateral.

Leia Também – 7 tipos de remédios para levar na farmacinha da sua viagem

Além do mais, consumir remédios, que são produtos industriais, nunca é bom para o corpo humano, que pode sofrer com as reações químicas. Ainda assim, se é um caso mais especifico, o médico pode sim liberar tais remédios. O jeito é consulta-lo.

ANÚNCIO