Veja quais são os 6 tipos de aviões que existem

Avião ou aeronave. O nome você pode escolher. Mas, há diferenças entre eles. Tem aqueles que ficam sobrevoando lavouras, por exemplo. Tem o que transporta passageiros. E assim por diante. Hoje, vamos falar sobre alguns dos principais tipos de aviões que existem no mundo.

Afinal, será que basta ter asas para ser um avião? De modo geral, para início de conversa, saiba que há pontos em comum em todas as aeronaves: elas possuem um fluxo constante de ar sendo necessária para a sustentação e uma área plana para alcançar velocidade.

Já quanto à velocidade, por exemplo, elas se alteram. E muito. Por exemplo, um avião a jato comercial pode voar até 900 km/h mais ou menos. Mas, um supersônico, com certeza, ultrapassa a velocidade do som, chegando a mais de 1.200 km/h.

1 – Monomotores

Esse com certeza é um dos mais ancestrais dos aviões. Mas, não dá para levar para o lado pejorativo porque foi o responsável para as próximas versões, que vamos ver abaixo.

Sendo assim, na teoria, a gente sabe que um monomotor é uma aeronave que tem um único motor para funcionar. Logo, são mais simples de operar e mais econômicos também. O lado ruim disso tudo é que podem transportar menos passageiros.

ANÚNCIO

Em resumo, na prática, os monomotores ainda funcionam muito bem hoje em dia, mas para usos pessoais, agrícolas ou de empresários e famosos. Um bom exemplo é o Lancair Evolution, de 4 lugares e asa baixa. Ele pode ser equipado e pressurizado, também.

2 – Bimotores

Esse é outro dos tipos de aviões que também possui nome sugestivo. Um bimotor é um avião com dois motores, obviamente. Geralmente, são mais caros, mais complexos e mais difíceis de operar do que um monomotor.

Porém, do lado bom é que são mais flexíveis em vários sentidos, inclusive, para viagens noturnas. Na lista dos mais conhecidos, temos o os modelos ATR, do consórcio franco-italiano. Outro é o Beechcraft Baron.

3 – Trimotores

E adivinhe só: temos também os trimotores. Eles são aviões com 3 motores. De modo geral, eles funcionam com 2 configurações diferentes, sendo uma menos complexa do que a outra.

Curiosamente, saiba que também existiram aviões com mais motores. Por exemplo, se você gosta de história deveria conhecer o A400M, que é um quadrimotor militar com turboélice, da Airbus Military. Ele é de 2011.

4 – Aviões à jato

Agora a gente começa a falar das aeronaves que você vê muito em fotos e nos aeroportos. Os aviões à jato fazem uso de turbinas para funcionarem. Basicamente, elas servem para fazer o empuxo necessário para o avião seguir em frente, seguir viagem.

Esse é um dos tipos de aviões que existem que tem muita forma e são mais robustos do que os que usam o processo de turbo e hélices. Por isso mesmo, eles conseguem carregar mais peso e ter mais velocidade. O lado ruim é que são bem mais barulhentos.

Se dá para citar bons exemplos, aqui temos a maioria dos Boeing. Por exemplo, os da família 737, que é uma linha comercial chamada Next Generation. Eles existem desde 1993 e é muito conhecida na Latam, aqui no Brasil. Além de serem usadas, no passado, pela Varig.

5 – Aviões supersônicos

Esses são conhecidos por serem aeronaves de guerra. Mas, calma, a gente vai explicar que tudo não é bem assim. Esse tipo de avião possui turbina especial, que tem uma potência a mais usada para quebrar a barreira do som.

Então, vamos lá: isso quer dizer que a velocidade de decolagem é bem rápida. No entanto, também gera o problema da poluição sonora, já que há a onda de choque. Resultado: esses aviões servem apenas para voos de baixa densidade populacional.

Na lista de aviões supersônicos para conhecer, a gente poderia citar vários. Mas, com certeza, o Concorde será uma ótima lembrança.

6 – Planadores

Os planadores são aviões? Na teoria, sim. Só que são aeronaves sem motor. Portanto, são bem mais pesados que o ar, logo, exige uma configuração aerodinâmica inteligente – o que acaba o transformando em um avião.

De modo geral, eles são usados para fins militares. E são bem conhecidos de algumas pessoas, já que são característicos: com asas grandes e longas. Os primeiros planadores foram feitos em madeira. Mais tarde, passaram a ser feitos com alumínio.

Curiosidade – e o Santos Dumont

Agora que você já entendeu quais os tipos de aviões que existem, o próximo passo é a gente citar o Santos Dumont, que sempre é muito lembrado pelos brasileiros. Afinal, o que foi que ele fez ou descobriu mesmo?

Na história, a gente vê que ele foi responsável pelo primeiro voo em um avião. Mas, essa é uma informação muito contestável. Assim, a gente também ouve falar que os precursores foram os irmãos Wright, Clément Ader ou até mesmo alguns militares.

Outro ponto que a gente pode considerar é sobre o 14-bis. Ele foi chamado de Oiseau de Proie (ave de rapina) e é considerado o primeiro avião construído pelo Santos Dumont, em 1906. Ele deu a ele o Prêmio Archdeacon e do Aeroclube da França.

tipos de aviões

Mais uma curiosidade é saber que Dumont também testou outras ideias, que foram ainda mais precursoras, como o N-1, um dirigível de 25 metros de comprimento e 180 de cubagem. Isso em 1898. E ainda tivemos o N-2, o N-3 até a versão 13, que foi um luxuoso balão duplo.

ANÚNCIO