Confira essas 5 dicas para determinar os principais gastos de uma viagem

Considerar as cidades mais baratas é uma boa ideia para viajar sem gastar muito. No entanto, somente com um bom planejamento se pode determinar os principais gastos de uma viagem. O problema é que nem todo mundo sabe como fazer isso.

Nesse artigo, a gente vai falar exatamente o que é preciso considerar e sobre o que é preciso refletir para fazer as contas e ter uma média do gasto da sua próxima viagem. Independente do destino, considere que as dicas serão válidas porque são gerais.

Aliás, para fins de curiosidade, saiba que comprar um pacote de viagens é muito mais cômodo. No entanto, fazer isso sem uma agência pode sair mais barato. O segredo está justamente em saber como se planejar para os gastos que virão na viagem. É isso que vamos fazer agora.

O planejamento dos gastos da viagem

Para início de conversa, saiba que como todo planejamento financeiro, esse que será feito para a sua viagem não é tão simples como somar dois mais dois. Dá um pouco de trabalho sim. Mas, o que importante é que ele faz surgir um ótimo efeito para o seu bolso.

E isso vai muito além de simplesmente se perguntar “quanto vai custar a minha viagem para a Europa” ou “qual é o valor de uma viagem para a China”, etc. Mas, quando se decide viajar para um determinado lugar, isso tem um custo e você tem planejá-lo.

ANÚNCIO

Até mesmo porque os gastos são bem pessoais de cada viajante. Tem quem não abra mão do conforto de uma hospedagem 5 estrelas. Do mesmo modo, tem que queira experimentar toda gastronomia do local. E assim por diante.

A viagem tem a ver com o estilo de vida e a experiência que a pessoa quer ter. o que não vai mudar é que para todos os casos, o planejamento da viagem será essencial. Por isso, vamos aprender como encontrar os principais gastos de uma viagem.

Sabendo disso, abaixo temos as 5 principais perguntas que se deve fazer para montar o tal do planejamento. Elas se tornaram dicas essenciais para os viajantes. Inclusive, você já pode anotá-las agora mesmo.

1 – Quando se deve começar o planejamento?

A primeira pergunta já é bastante pessoal. Mas, há uma regra. E ela diz que você tem que começar o seu planejamento para uma viagem com, pelo menos, 6 meses de antecedência. Agora, quanto mais longa ou mais distante a viagem, mais tempo será preciso, obviamente.

Para um intercâmbio, você deveria levar 12 meses, ao menos, para o planejamento. Isso porque além dos gastos você teria que saber sobre o idioma, a escola, etc. Já para um passeio no final de semana na praia, 6 meses são ideais para você juntar dinheiro.

2 – Quando você vai fazer a sua viagem?

A segunda pergunta para considerar os principais gastos de uma viagem é sobre a época da sua viagem. Mas, por que isso é tão importante? Pelo simples fato de que uma viagem na baixa temporada pode ser muito mais barata do que na alta temporada.

Isso inclui a economia de dinheiro na compra de passagens aéreas, no pagamento da hospedagem, no transporte, etc. Portanto, mesmo que você queira conciliar a sua viagem com as suas férias do trabalho, comece a pensar nisso.

3 – Quanto tempo vai durar a viagem?

Mais uma questão é sobre o tempo de viagem. Aliás, você já deve imaginar que quanto mais tempo ficar viajando maior será o seu gasto. Isso porque terá que custear mais diárias no hotel ou na pousada, além do aluguel do carro, transporte, alimentação.

O tempo também pode influenciar porque você vai passear mais e comprar mais. Obviamente, a alimentação em cidades turísticas fica bem mais cara do que em cidades que não tem esse foco do turismo. Por isso, saber o tempo de viagem também é importante para o seu bolso.

4 – Quem vai viajar com você?

Imagine só que você vai viajar sozinho. Obviamente, você teria como ficar hospedado em qualquer lugar. Por exemplo, você pode passar a noite em um hostel, que custa bem barato. Já se vai em família, possivelmente você vai optar pelo conforto de um hotel 5 estrelas, não é?

Então, saber quem vai viajar com você é importante. Agora, não fique preso apenas a isso. A verdade é que viajar em grupo, em família, em casal é tão prazeroso como viajar sozinho. No entanto, isso interfere na sua conta e no seu planejamento.

5 – Como você vai pagar a conta?

Por último, na hora de montar os principais gastos de uma viagem, saiba que você também deve considerar a forma de pagamento. O motivo é que você pode comprar as passagens com desconto pelas milhas aéreas, por exemplo.

Por outro lado, pagando a hospedagem à vista você pode, também, 10% de desconto em alguns locais. E assim por diante. Logo, quanto mais você se programar e tiver dinheiro para esse objetivo, mais desconto você vai conseguir e mais vai economizar dinheiro na viagem.

Resumindo…

Assim sendo, o que temos aqui são 5 dicas que são muito simples e fáceis de serem seguidas. No entanto, o resultado vai ser surpreendente como se você tivesse feito uma grande mágica. No fundo, nada de magia, trata-se de planejamento.

Portanto, o que fica claro é que se planejar para uma viagem só traz benefícios. Assim sendo, se você conhece alguém que não tenha esse conhecimento, compartilhe esse conteúdo. Nada como ajudar um amigo a viajar gastando menos, não é mesmo?

ANÚNCIO