Veja os 3 primeiros passos para trabalhar na internet prestando serviço

Atualmente, as pessoas estão buscando diversas formas de ganhar dinheiro extra para realizar sonhos. Se você quer fazer aquela viagem que sempre sonhou, mas está sem grana, também pode pensar nisso. Considere esses primeiros passos para trabalhar na internet prestando serviço.

Afinal de contas, você pode ser bom em um assunto e começar a usar isso a seu favor. Logo, você oferece uma consultoria, um serviço, uma aula e pode ganhar dinheiro online com isso. Obviamente, são várias opções de trabalho e com certeza uma delas será boa para você.

Mas, independentemente do trabalho que você vai prestar, saiba que terá que dar os primeiros passos, que são: pensar na sua expertise, divulgar o seu serviço e acumular os feedbacks e os comentários positivos.

Os 3 primeiros passos

É importante saber, antes de qualquer coisa, que existem muitos passos para começar a prestar um serviço pela internet. Porém, a gente citou aqueles que são realmente iniciais, ou seja, você não poderá começar a oferecer seu trabalho sem eles. Confira quais são.

1 – A sua formação na área

Antes de qualquer coisa, considere que não estamos falando em uma formação acadêmica, apesar de que isso é possível e até mesmo indicado. Por outro lado, não é obrigatório, ok?

ANÚNCIO

O que a gente quer dizer é que se você vai oferecer um serviço você tem que ter conhecimento sobre ele. Parece óbvio e realmente é. Porém, tem gente que esquece desse detalhe e quer apresentar um serviço do qual não tem conhecimento especializado.

Quanto à formação, considere que você pode ser um graduado, um mestre, um doutor ou simplesmente alguém que tenha experiência profissional na área. Todas são válidas e é muito mais importante mostrar isso na prática do que no currículo, ok?

Por outro lado, também vai ser um diferencial você ter cursos relacionados – até mesmo porque hoje em dia é bem fácil encontrar cursos gratuitos para fazer em várias áreas e pela internet, sem ter que sair de casa.

Exemplos: na área de conteúdo e marketing tem os cursos da Rock University e na área de treinamentos, uma opção é a Udemy. Sem contar em instituições reconhecidas no país, como Senai, Senac e muitas outras.

2 – A divulgação do trabalho

O segundo passo para quem quer conseguir uma grana extra ao prestar serviços pela internet é pensar na divulgação do produto. Aqui, vale aquela ideia de: “só é lembrado quem é visto”, sabe? Por isso, você vai precisar de divulgação – mais cedo ou mais tarde.

Em resumo, você tem 3 ideias que são gratuitas para fazer isso: criar um canal de contato online por uma rede social, fazer a pesquisa por novos clientes e criar um bom relacionamento com os possíveis clientes.

Mas, como fazer isso? Para cada ação você tem uma janela de opções. No caso de divulgar a sua marca, o seu nome, o seu trabalho pelas redes sociais, o mais aconselhável é criar uma página nas principais redes, como Facebook, Instagram e LinkedIn.

Já para o caso de estabelecer relacionamento com clientes ou procurar novos, saiba que uma boa ideia é pensar em produzir conteúdo parceiros para sites, blogs, revistas, programas. Isso pode te tornar conhecido sem que você tenha que investir dinheiro em alto valor.

3 – Os feedbacks e comentários

Se você começou a divulgar o seu trabalho e conseguiu os primeiros serviços, o último dos primeiros passos para trabalhar na internet é você recolher os comentários, as indicações e os feedbacks do serviço que prestou. Isso vale muito a pena.

E vale a pena porque na internet as pessoas só consomem aquilo que é recomendado. Em caso contrário, elas simplesmente ignoram a ideia. Logo, se você é um bom profissional, aproveita os bons comentários a seu favor e os divulgue (de acordo com a permissão de cada cliente).

De modo geral, saiba que a sua evolução profissional está ligada diretamente a satisfação do seu cliente quanto ao serviço prestado. Além dele poder te contratar novamente, ainda vai te indicar para novos clientes. E isso acontece de graça, viu.

Uma boa ideia é você fazer uma espécie de questionário, que vai servir não como forma de se auto divulgar, mas também de melhorar na prestação do serviço. Pergunte sobre: o que achou do trabalho, se atingiu o que ele esperava, como dá para melhorar, sobre valor, etc.

Aliás, também é legal que você consiga aprimorar o seu portfólio, publicando conversas abertas, entrevistas concedidas e até mesmo vídeos, que tornam tudo mais profissional e confiável – ah, sim, confiança e credibilidade são palavras de ordem quando se vai trabalhar na internet prestando serviço.

Bônus – cuidado com o contrato de trabalho

Para terminar esse texto sobre trabalhar na internet prestando serviço, mesmo que você vá prestar um serviço informal ou autônomo, saiba que é bem interessante ter um contrato de trabalho. Obviamente, ele não vai estar ligado à carteira de trabalho, mas deve ser assinado por ambos – contratante e contratado.

A ideia inicial é que você tenha um investimento inicial para criar um modelo de prestação de serviço básico que vai servir para todo trabalho que tiver. Inclusive, vale a pena investir nisso com a ajuda de alguém especializado, como um advogado.

primeiros passos para trabalhar na internet prestando serviço

Além do mais, se você não tem emprego fixo ainda, saiba que existe a opção de abertura de um MEI, que é um Microempreendedor, isto é, um empreendedor de micro porte e que poderá atuar de forma totalmente regulada e ativa.

Com isso, você poderá até mesmo emitir notas fiscais e contribuir com a previdência social e com o pagamento de imposto em parcelas únicas mensais, que fica em torno de R$ 55, na média. Logo, é uma alternativa interessante.

ANÚNCIO