Evite 5 erros ao fazer o planejamento para viajar nas férias

Uma viagem pode mudar a sua vida. As férias são ótimos momentos para viajar. Porém, para unir essas duas informações você precisa considerar o planejamento para viajar nas férias, né. Por isso, o nosso foco nesse conteúdo é justamente esse. Acompanhe.

Aliás, esse planejamento pode ser feito de várias formas e em vários lugares, como aplicativos e planilhas de Excel. No entanto, o que não muda é que alguns erros são comuns de acontecerem em ambos os lugares. Então, evite-os.

Em resumo, nesse artigo você vai aprender a criar um planejamento para viagens a partir da prevenção de erros que são bem comuns de acontecerem. Bora lá? Portanto, é um conteúdo bem simples, fácil de ler e que pode mudar a sua vida a partir de agora.

1 – A rotina

Uma informação importante é você saber se está conseguindo manter a sua rotina de diminuir gastos, investir dinheiro e manter as finanças no azul. Se algo não vai bem com isso, possivelmente, você está cometendo algum erro.

Isso porque a teoria é simples: gastar menos do que se ganha, usar uma parte da renda para destinar para as viagens e manter o orçamento no azul, como dizem por aí – que nada mais é do que evitar as dívidas.

ANÚNCIO

Agora, se isso não acontece é porque a sua rotina está errada. E resolver isso é fácil na prática, mas difícil na teoria. Porque pode ser que você tenha que cortar alguns gastos a mais ou diminuir outros, afinal, só assim você vai conseguir balancear essas contas todas.

2 – O efeito

O próximo passo para criar um planejamento para viajar nas férias efetivo e evitando os erros mais comuns é saber analisar o efeito dessa economia. Isso é muito legal de ser entendido. Porque tem gente que quer resultado rápido e tem gente que não nota que não está tendo resultado.

Saiba que mesmo que seja pouco, é importante você ver resultado no seu esforço, está bem? Se você está cortando gastos para conseguir juntar dinheiro para viagens, então, isso tem que estar acontecendo. Não entendeu nada? A gente explica.

Tem gente que diz que vai cortar a TV a cabo para juntar para viajar. Aí, a pessoa corta o gasto, porém, não junta o dinheiro – e acaba gastando com outra coisa. Esse é um erro, né. Se cortou a TV, então, invista na viagem. Simples assim.

3 – O cartão

A outra dica é sobre o cartão de crédito. E essa é bem legal também. A pessoa diz que vai economizar dinheiro mensalmente. E, para isso, guarda quase tudo o que ganha no mês. No entanto, o mês vai chegando ao fim e aí, ela começa a precisar de fazer compras.

O resultado é que acaba usando o limite do cartão de crédito ou do cheque especial. Acredite: isso não é nada legal e nem saudável, viu. Porque você vai te que pagar essa conta no próximo mês, de qualquer forma. Então, não é uma boa troca.

4 – O tempo

O tempo é outro quesito importante no planejamento para viajar nas férias. Logo, saiba que você sempre vai precisar inserir essa variável nas suas contas. Uma coisa é você juntar R$ 500 mensais para ir para o Caribe durante 2 anos. Outra é querer fazer isso em 2 meses.

Obviamente, não vai ter o mesmo efeito, né. Então, é preciso sempre pensar em quanto você consegue juntar mensalmente, no tempo que tem e quanto precisa. É uma conta simples de ser feita também – mas, você tem que ser realista consigo mesmo.

5 – O objetivo

A última dica é você pensar no seu objetivo, que é a viagem. Mas, o ideal é você pensar nisso de forma bastante detalhada. Como falamos acima, o tempo é determinante, assim como o quanto você vai juntar mensalmente e para onde vai viajar.

Só que tem gente que não age de forma realista, o que é um problema. Agora, tudo vai depender de cada um desses fatores, sendo bem simples entender isso:

  • Se você juntar mais por mês poderá alcançar o objetivo mais rápido,
  • Se juntar por mais tempo poderá alcançar o objetivo mais caro,
  • Mas, se quiser viajar rápido tem que juntar mais por mês.

Entende que cada uma dessas ações é importante para você viajar: tempo, dinheiro e objetivo. Logo, o ideal é traçar linhas retas, simples e bem focadas. Isso tudo vai fazer com que você evite o último erro, que é o de procrastinar e nunca realizar sonhos.

Planejamento para viajar no próximo ano ou na aposentadoria

A gente falou nesse conteúdo sobre como fazer um planejamento para viajar nas férias evitando erros comuns. No entanto, saiba que a gente também já criou um conteúdo falando sobre isso, mas com foco no próximo ano.

Afinal, nem sempre a gente tem um tempo longo para planejar a viagem. Assim, pode ser que tenhamos aí alguns meses para fazer esse objetivo acontecer. Nesse caso, você tem que pensar fielmente em itens como: gastos, receitas, objetivos, contas, economia, etc.

planejamento para viajar nas férias

Se você quiser, você pode ler esse conteúdo agora mesmo: aprenda como criar um planejamento para viajar no próximo ano. Ou você pode ver a matéria que fizemos sobre como criar um planejamento para viajar após se aposentar.

Da mesma forma, criamos um conteúdo focado em quer viajar na aposentadoria. Só que nesse caso, o seu foco está mais ao longo prazo, o que quer dizer que você tem um período maior para concretizar essa ideia. Nesse caso, dá para pensar em quanto guardar e quanto usar.

ANÚNCIO