Descubra se vale a pena parcelar as passagens aéreas em 12x sem juros

Hoje é bem mais comum andar de avião do que era há alguns anos. Com isso, surgiram até novas opções de pagamentos, como a possibilidade de parcelar as passagens aéreas em 12x e sem o acréscimo de juros, como afirmam as companhias aéreas.

Mas, será que isso vale a pena? O parcelamento da compra das passagens é uma boa ideia para o consumidor que vai viajar nos próximos dias ou meses? A gente vai discutir sobre isso nas próximas linhas, acompanhe.

Inclusive, saiba que a maioria das companhias aéreas permite esse tipo de compra parcelada no cartão de crédito. Já para a compra parcelada no boleto bancário, o prazo máximo, na maioria das vezes, é de 10 parcelas fixas mensais, se você for aprovado na análise de crédito.

Até mesmo plataformas que fazem a busca por passagens mais baratas permitem o parcelamento. Assim, o ideal é verificar a confiabilidade de cada empresa para efetuar a compra parcelada. Até mesmo porque você terá que inserir o número do seu cartão.

As opções de pagamento

Antes de a gente falar sobre a possibilidade de parcelar as passagens aéreas em 12x devemos considerar todas as formas de compras que as plataformas permitem. Assim sendo, para sermos mais realistas usamos um exemplo real, que é da Submarino Viagens.

ANÚNCIO

Por lá, qualquer pacote de viagem pode ser parcelado em 12 vezes sem juros nos dias de hoje. No entanto, também existem outras formas de pagamento, que é através da transferência bancária ou mesmo do pagamento em dinheiro, à vista.

As condições mudam. No caso do pagamento à vista, você deve fazer ele no mesmo dia até o final do dia em uma casa lotérica ou em uma agência da Caixa Econômica Federal. Lembrando que pagamentos acima de R$ 2 mil devem ser feitos em agências do banco.

Para transferências bancárias, as opções são mais vastas. Assim, dá para fazer isso pelo Bradesco, Itaú, Santander ou Banco do Brasil também. O pagamento deve ser realizado até o final do dia também e as instruções são enviadas por e-mail. Aliás, não são aceitos pagamentos feitos através de contas poupança.

O pagamento com o cartão de crédito

A última opção, que você já deve imaginar, tem a ver com o pagamento que é feito com o cartão de crédito. Nesse caso, são aceitas as bandeiras: Visa, Mastercard, American Express, Diners Club, Hipercard e Elo.

Cartão de crédito Neon – saiba a vantagem para comprar passagens aéreas

Também como já foi mencionado, o pagamento pode ser feito em parcela única, duas parcelas, três e até 12 parcelas fixas mensais.

Aliás, quem tem o interesse em parcelar as passagens aéreas em 12x tem que considerar que vai ser preciso inserir todos os dados do cartão no pedido da compra. Assim, é preciso informar o número do cartão, a data de validade e o nome impresso, além do código de segurança.

Os dados do contratante, como CPF e data de nascimento, também são exigidos. Sem contar com os dados de endereço e contato. Após saber disso, vem a pergunta: será que vale a pena parcelar a compra das passagens?

O parcelamento não vai ser bom se…

A verdade é que parcelar as passagens aéreas em 12x pode ser sim uma boa ideia para quem não tem todo o dinheiro à vista para fazer a compra. Ainda mais, se você precisa fazer a viagem de urgência ou a trabalho, por exemplo.

Porém, esse parcelamento não vai ser bom se você é alguém descontrolado com as finanças. Por exemplo, você deixar as contas se acumularem ao longo dos meses? Usa o cartão de crédito de forma constante? Tem contas altas no cartão? Tem dívidas?

Se respondeu sim para algumas dessas perguntas, o mais indicado é evitar o uso do cartão de crédito para comprar passagens aéreas em companhias ou plataformas, como é o caso da Submarino Viagens.

Por outro lado, se você vai parcelar apenas para se organizar melhor, tudo bem. Mas, lembre-se de que você ficará 1 ano com essa conta das passagens. Sem contar que a sua viagem também vai ter outros custos, como com alimentação e hospedagem.

O planejamento para a viagem

Para finalizar o conteúdo, saiba que a melhor saída que você tem é pagar tudo à vista. Mas, fazer isso nem sempre é fácil. Por isso, o ideal é ter um planejamento para a sua viagem. Faça as contas antes de embarcar e veja como estão as suas finanças.

É bem provável que se você tiver que usar o cartão vai ser para casos mais extremos, como viagens de última hora, por exemplo. Em outros casos, o ideal é considerar a possibilidade de juntar o dinheiro, fazer as compras das passagens antes e pagar tudo à vista.

O principal motivo que explica isso é o fato de que o cartão de crédito, mesmo com a queda na taxa de juros, ainda é o produto mais caro no Brasil. Logo, se você precisar parcelar a fatura do cartão vai ter um problemão porque a sua conta vai dobrar, triplicar, quadruplicar de valor.

Assim sendo, o uso do cartão é visto como saída emergencial. E nada além disso. E você já usou o cartão de crédito de forma inconsciente para comprar passagens? Conte-nos como foi a sua experiência com isso.

ANÚNCIO