Esses 4 motivos vão dizer se o seu orçamento financeiro está errado

Você é daquelas pessoas que sempre sonham com a viagem perfeita? Ela pode ser nas férias de julho, no final do ano, de casamento, de aniversário, para a praia, para o campo, na cachoeira. Mas, nem sempre você consegue realizar isso, né? O motivo pode ser que o orçamento financeiro está errado. Ou melhor, o fato dele estar errado.

Sendo assim, considere que existem alguns motivos para que os brasileiros “sofram” com essa situação de não ter o sonho da viagem realizado. Por exemplo, pode ser que você está gastando mais do que deveria em outras áreas da vida. Ou também pode ser uma pequena falha na hora de fazer o controle do orçamento.

5 motivos que atrapalham o orçamento

Abaixo, nós temos 5 dos principais e possíveis motivos que podem estar sabotagem a sua próxima viagem, que pode ser para o interior de Minas Gerais ou para o Caribe. Confira esses “problemas” a serem resolvidos.

1 – Sempre sobra mês no final do salário

Essa é uma expressão popular, que acabou se tornando cômica, mas de engraçada não tem nada. A ideia de sobrar mês no final do salário quer dizer que você já usou todo o salário que tem antes mesmo de chegar o próximo salário.

E esse é um grande problema porque agora você vai ficar “zerado” até receber a próxima renda. Logo, há um erro nisso, o que quer dizer que o seu orçamento financeiro está errado. Mas, como fazer para mudar essa situação?

ANÚNCIO

A verdade é que não é tão complicado como parece. A primeira coisa é você conseguir entender que os seus gastos totais sempre devem ser menores do que o seu salário. É a ideia de sempre conseguir viver com menos do que você poderia viver.

Então, se você tem uma renda que equivale a 3 salários mínimos, logo, o ideal é que você viva com 2 salários mínimos ou até 2,5 salários mínimos, no máximo. Isso vai garantir que você tenha dinheiro na carteira ou na conta corrente até o último dia do mês.

Ah, curiosamente, nada mal ter uma nota de R$ 200 na carteira, né? O que, ainda não ficou sabendo sobre a nova cédula de R$ 200 que o governo brasileiro está lançando? Na internet tem uma matéria completa falando sobre isso, inclusive, explicando os motivos.

2 – Você nunca tem um objetivo bem-traçado

A próxima motivação que leva muita gente a não conseguir viajar anualmente é o fato de que essa viagem não tem uma estrutura bem-definida. E a gente vai explicar isso de um jeito simples, que você vai entender facilmente.

Por exemplo, você tem o objetivo de viajar todos os anos. Ok. No entanto, qual é a sua meta real sobre isso? Ou seja, quanto você precisa juntar de dinheiro para realizar a viagem? Em quanto tempo isso tem que acontecer? Para onde você vai? Quando? Com quem?

O objetivo é importante. No entanto, a meta é o que vai motivar você cada vez mais para a realização do objetivo. Sendo assim, sem isso você não conseguir poupar dinheiro mensalmente e isso vai acabar atrapalhando o seu orçamento do mês.

3 – O uso do cheque especial e cartão é desenfreado

O cheque especial não é bom. E o cartão de crédito pode ser, se for usado de forma consciente. Sendo assim, responda a si mesmo: você reflete muito antes de usar esses produtos financeiros ou quando o dinheiro acaba você sai usando sem pensar?

O uso desenfreado e inconsciente deles pode trazer problemas sérios para a sua vida financeira. Isso vai desde o pagamento de juros e multas, até mesmo a formação de uma grande bola de neve de dívidas.

Por isso, aqui não tem segredo algum: para manter um orçamento positivo e equilibrado, considere que evitar o uso do cheque especial e usar o cartão de crédito de forma inteligente é a sua única saída.

4 – O extrato da conta corrente nunca é visto

A última dica que trouxemos aqui, que também é um sério indicativo de que as suas contas não vão bem, é sobre o acompanhamento das suas compras, dos seus pagamentos, do seu dinheiro, de uma forma geral.

Obviamente, como toda área da vida, o equilíbrio é fundamental na parte financeira. Isso quer dizer que você não precisa ser bitolado e ficar olhando o extrato da conta a cada hora. Porém, o inverso também vale: não dá para ver esse saldo apenas 1 vez no ano, né?

Sendo assim, uma boa ideia é você sempre visualizar a conta, ao menos, semanalmente. Quem consegue fazer um controle semanal ou diário costuma ter mais exatidão com os gastos e as compras do que quem faz isso menos vezes. Por isso, quanto mais regrado você for, melhor.

A sua vida financeira é como uma empresa…

Alguns especialistas gostam de fazer a comparação da vida financeira pessoal de um indivíduo com a de uma empresa, especialmente, quando é para saber se o orçamento financeiro está errado. Então, saiba que essa é uma ideia válida.

Você também pode gostar de ler: Planejamento Simples para quem quer viajar sem prejudicar o orçamento familiar

Assim como na empresa, a gente deve pensar em fluxo de caixa, dinheiro para reinvestimentos, manutenção, reserva, compras parceladas, recebimentos parcelados e tudo mais, você também deveria considerar tais itens quando receber o seu salário.

orçamento financeiro está errado

Leve em conta que além de viver um degrau abaixo, com menos do que você ganha, outro ponto que também é importante é sobre saber como usar o dinheiro. Ainda que cada pessoa tenha uma prioridade, montar a reserva de emergências é valioso para todos, por exemplo.

ANÚNCIO