4 passos para não perder mais as oportunidades de trocar milhas por passagens!

133

As milhas aéreas são mais do que uma simples febre que está acontecendo no mercado. A oportunidade de ganhar ou comprar com desconto passagens aéreas realmente caiu no gosto das pessoas, especialmente daqueles que viajam muito.

Se você também tem interesse no assunto, mas ainda não sabe exatamente como ele funciona, leia esses 4 passos. Aqui teremos perguntas sobre o acúmulo de milhas, a transferência delas, a pontuação e até mesmo onde encontrar as promoções.

1 – Como acumular as milhas?

Para acumular milhas é preciso participar de algum programa de pontos, como aqueles de cartões de crédito. Depois, é preciso ter foco para juntar os pontos para um único objetivo, como o de comprar passagens aéreas.

Isso é importante porque esses programas também permitem outros benefícios, como os serviços de aeroporto, por exemplo. No entanto, a compra de passagens sugere uma pontuação maior e é preciso determinação para acumular os pontos.

Além disso, uma boa dica é sempre trocar os pontos pelos voos domésticos e quando usar o cartão para comprar passagens, pense em voos com conexão, que permitem acumular ainda mais milhas do que os voos diretos.

2 – Como transferir as milhas do cartão?

O primeiro ponto e um dos mais importantes é ficar de olho na validade das milhas. Isso porque essa data vai dizer se você ainda tem os pontos ou não, já que eles podem expirar.

Agora, a dica é ficar atento quanto ao prazo já que cada banco e cada cartão e cada programa tem suas características e cultura. Olhe no extrato de pontos e sempre leia o regulamento.

Além disso, outro cuidado é quanto à transferência, já que nem todos programas permitem aquela que é automática. Em alguns casos, a automática nem é tão vantajosa porque isso faria com que você perdesse grandes chances de troca por passagens ou promoções.

3 – Qual é a pontuação necessária?

Não existem regras gerais já que cada empresa e programa tem suas características. Mas, de forma simples, considere a quantidade de milhas que são exigidas para cada trecho, assim como o número médio.

Para se ter uma base dessa conta, considere que para voos nacionais, são usados de 10 a 15 mil pontos por trecho. Já para a América do Sul, são até 25 mil pontos. Enquanto que para a América Central ou do Norte, até 30 mil pontos. E voos para a Europa custam 35 mil pontos por trecho.

Por isso, é muito importante ficar de olha na hora de usar as milhas, nem sempre vai ser vantajoso e talvez você possa comprar no dinheiro mesmo enquanto aquela boa promoção não aparece.

4 – Como saber das promoções e das trocas?

Aqui, a melhor dica é simplesmente se cadastrar para receber no e-mail as promoções. Isso é feito através de newsletter e as empresas sempre expõe promoções dessa forma.

Além disso, você também pode buscar as informações em sites oficiais e páginas de redes sociais, como no Facebook, por exemplo.