Veja onde vender as fotos da viagem – 7 bancos de imagens!

Tem muita gente buscando onde vender as fotos da viagem hoje em dia. Afinal, com celulares e câmeras disponíveis o tempo todo, a gente sempre acaba fazendo uma daquelas fotos que merecem estar em um quadro. E, por que não, serem vendidas, né.

Por isso, a gente criou este conteúdo online listamos alguns bancos de imagens que permitem a compra e a venda de imagens que você fez na sua viagem. Continue lendo para saber mais sobre esses bancos, os valores e os requisitos.

Aliás, recentemente a gente fez uma matéria sobre “como ganhar dinheiro com fotografias de viagens”. E lá a gente explica o que é preciso e recomendado de ser feito para que a sua foto esteja passível à venda online. Se você não leu, leia antes de conhecer esses bancos de imagens que listamos abaixo.

1 – Shutterstock

O Shutterstock é o banco de imagens mais conhecido do mundo, né. E, por isso mesmo, está aqui no nosso topo da lista. É, sem dúvidas, uma ótima ideia para quem está buscando a informação sobre onde vender as fotos da viagem.

ANÚNCIO

E a primeira informação importante é sobre o valor que é pago. De modo inicial, o interessado pode ganhar 0,25 dólares por uma imagem. Mas, com o tempo, o valor pode subir para 80 dólares por essa mesma imagem.

E como é que aumenta esse ganho? Ele acontece quando a mesma foto começa a ser vendida de forma contínua. Agora, quanto mais fotos vendidas você tem melhores os valores que são pagos a você, também. Portanto, o site preza pela qualidade da imagem.

Atualmente, o site tem mais de 300 milhões de imagens em mais de 150 países. Se por um lado é bom porque tem tráfego, por outro é ruim porque tem muita concorrência. Aliás, a regra é ter fotos com mais de 4 megapixels.

2 – iStock

Também está na lista dos bancos de imagens mais conhecidos do mundo. Inclusive, isso acontece pelo fato de que ele está há mais de 2 décadas no mercado, disponível para todos os interessados. E atualmente é muito buscado pelas empresas e agências de projetos.

Quanto ao valor que é pago por cada foto, considere que o valor inicial é mais baixo do que o Shutterstock: 0,10 dólares. E o valor pode subir e ultrapassar os 4 dólares.

O site exige um cadastro inicial bem completo para quem quer vender as fotos da viagem. E aí vai ser preciso responder a um questionário e enviar 3 imagens para a avaliação. A equipe entra em contato após alguns dias e indica os próximos passos.

Se tem um lado negativo é que o site também é bastante concorrido. E o benefício é que dá para carregar quantas imagens você quiser.

3 – Fotolibra.com

A grande vantagem do Fotolibra é o valor pago por foto, viu. É um valor que você nem vai acreditar para ser sincero. O potencial de lucro varia de 10 a 35 mil dólares. Só que a média é bem menor, né: de 50 a 80 dólares. Ainda assim, é um ótimo número, não acha?

No entanto, o que você precisa considerar é que apenas 50% disso vai para o fotografo. Então, é sim uma forma de você considerar essa chance de ganhar dinheiro com imagens. E responde a pergunta sobre onde vender as fotos da viagem.

Mais algumas informações do site que temos aqui são: aceita qualquer imagem acima de 4,3 megapixels e de tamanho menor do que 100 mb, só se pode fazer 12 fotos e tem uma taxa mensal de 8 dólares cobrada para todos os fotógrafos.

4 – Storyblocks

Voltamos para os bancos com muitos concorrentes. O Story tem esse viés e o volume é o seguinte: mais de 829 mil vídeos, 125 mil áudios e 408 mil imagens. Sendo que mais de 80% dos fotógrafos são considerados amadores ou freelancers.

O site diz que dá para lucrar com até 100% da venda, porém, não informa o valor. E a boa notícia é que permite ao fotografo tirar as imagens disponíveis quando quiser.

5 – Dreamstime

Também não indica qual é o valor pago para a foto vendida. No entanto, garante que a taxa do fotografo é superior aos 25%, podendo chegar a 60% do todo. Existe ainda a questão do bônus, que podem ser aplicados conforme o número de downloads avança.

O lado positivo é que mesmo sem conexão com a internet dá para fazer o upload dos seus arquivos. Aí, ele vai ser terminado após você se conectar, né. Além do mais, tem espaços para fotógrafos em início de carreira ou amadores.

Do lado negativo está a concorrência. Mas, com o tempo e as vendas dá para se tornar um membro Avançado. Aí, você pode adicionar novas versões de fotos e usar os programas Keymasters.

Travel planning on computer

6 – Sciencesource.com

Também é uma opção para quem busca onde vender as fotos da viagem. O Sciencesource, no entanto, é focado na vida selvagem e na ciência. E, por isso mesmo, tem a vantagem de pagar taxas melhores e ter uma concorrência menor.

As fotos devem ter, ao menos, 10 megapixels e um tamanho mínimo de 26 mb. Logo, imagens de celular acabam não sendo bem-vindas. A cobrança é de centenas de dólares por cada imagem, sendo que metade fica para o fotografo.

7 – Picfair

O último banco de imagens que vamos citar é o Picfair. Ele permite ao usuário definir o próprio preço. E quase não tem concorrência, ao menos, não tanto quanto o Shutterstock. O tamanho do arquivo deve ser maior do que 20 mb e as imagens são avaliadas antes de serem publicadas.

O lucro é todo seu. No entanto, a plataforma adiciona 20% sobre o valor, que é a comissão para vendas. Há relatos de pessoas que ganham mais de 500 dólares mensais com esse site.

ANÚNCIO