Investir dinheiro para a viagem – saiba o que são os fundos DI

De modo geral, os fundos DI são indicados para quem quer montar uma reserva financeira ou para quem quer juntar dinheiro no curto prazo – como para viagens. Mas, você sabe o que são fundos DI? Se não sabe, a gente vai explicar abaixo porque isso é importante.

Afinal de contas, os investimentos financeiros são altamente recomendáveis para quem quer “guardar” dinheiro de forma segura e rentável para realizar um sonho ou objetivo. E esses fundos acabam sendo sempre opção de escolha de muita gente. Bora conhecer?

Por outro lado, pode ser que nem sempre ele seja a sua melhor opção de escolha. Então, como saber? É por isso, também, que vamos estudar esse assunto agora mesmo. E começaremos por explicar o que é e como funcionam os fundos DI.

O que são os fundos DI

De modo simples, são fundos de investimentos que contém vários ativos. Mas, a regra diz que eles devem ter 95% dos ativos aplicados em produtos atrelados à Selic, como o Tesouro Selic. A outra parte, 5%, vai para outras rendas fixas, como CDBs, LCIs, LCAs, etc.

Isso quer dizer que um fundo DI pode reunir aplicações diferentes da renda fixa. E por que isso é bom? Porque minimiza os riscos e aumenta as chances de ganhos. Tanto é que o objetivo desse tipo de fundo é acompanhar a taxa DI ou CDI ou Selic, que são bem próximas.

ANÚNCIO

Em resumo, a gente vai ver que um fundo DI quase sempre vai ter rendimento próximo à 100% do CDI. Então, o seu investimento vai acompanhar a taxa básica de juros da economia, a Selic. No entanto, há um problema, que são as taxas (vamos falar mais abaixo).

Antes disso, saiba que esse tipo de fundo não conta com a garantia do FGC, que é o Fundo Garantidor de Crédito. No entanto, eles são investimentos seguros e conservadores, já que a grande maioria dos ativos vem dos títulos públicos, do Tesouro.

As taxas

O problema que as taxas de administração e os impostos causam nesses fundos DI é justamente por não permitir que eles rendam mais do que 100% do CDI. Sendo assim, isso vai minimizar a rentabilidade.

Por isso, a primeira dica importante para entender o que são os fundos DI é você considerar também que quanto menor as taxas cobradas, maiores os seus rendimentos líquidos. Ok? Aqui também fica a importância de se estudar os gestores desses fundos.

Do lado da tributação, temos outro problema, que é chamado de come-cotas. Isso quer dizer que a cada 6 meses os fundos são taxados pelo imposto de renda, no valor de 15%. Esse valor incide sobre os rendimentos e também minimizam o seu rendimento final.

Por fim, saiba que se você investir por menos de 30 dias ainda vai ter a cobrança de outro imposto, o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A cobrança é regressiva e parte de 96% e pode zerar com o tempo.

A rentabilidade dos fundos DI

Logo, a gente reconheceu o que são os fundos DI e vimos as taxas, agora é hora de falarmos dos rendimentos. Porque você sabe que eles são baseados na taxa DI, mas o que isso quer dizer exatamente?

Primeiro que quando a Selic está em queda, o investimento rende menos. Então, não que a aplicação seja um jogo de apostas, mas se você acreditar que a Selic vai cair, o ideal é não aplicar nesse fundo DI.

Outra coisa é saber que taxas e impostos incidem no seu rendimento. Além do mais as taxas cobradas são bem variáveis, ficando entre 0,30% até 3%. Só para fins de curiosidade, jamais se recomenda um fundo com taxa superior a 1%, ok?

E até agora tudo o que vimos pode te ter levado a achar que esses fundos não serão bons para você, né? Mas, a gente só quis trazer pontos importante a ser estudados. Porque, de fato, há sim vantagens em se investir em fundos DI. Veja abaixo.

As vantagens dos fundos DI

A primeira das vantagens é que é um ativo com liquidez diária. Por isso, ótimo para quem quer formar a reserva de emergências ou para quem quer usar o dinheiro no curto prazo. Como na poupança, você poderá sacar quando julgar necessário – só se lembre dos impostos.

Outro benefício tem a ver com o aporte inicial, que quase sempre é baixo, ainda mais se comparamos com outros fundos. Com R$ 10 já dá para começar. Então, para quem está pensando em viajar e não tem muito dinheiro hoje, é um bom começo.

E ainda há a vantagem de ter um fundo com uma gestão profissional, visando rendimentos melhores do que o CDI. Portanto, se você encontrar um bom fundo DI, com uma taxa baixa, talvez seja uma boa ideia para você.

Onde investir em fundos DI

E só para fechar esse conteúdo sobre o que são os fundos DI, saiba que se você é cliente de uma corretora de investimentos vai encontrar facilmente um fundo DI. Se não é, talvez o seu banco também tenha esse produto.

o que são os fundos DI

Mas, o mais importante é considerar que todos seguem as mesmas regras que já citamos, quanto às taxas, impostos e segurança. E não se esqueça: fundos DI com taxas acima de 1% não vão compensar para você, combinado?

ANÚNCIO