4 coisas para NÃO fazer durante um voo de avião

194

Se você é um viajante de avião experiente já pode ter se deparado com situações desagradáveis e até problemas sérios durante o voo; na maior parte das vezes causados pelo próprio viajante que, consciente ou inconscientemente, acaba causando transtornos aos demais passageiros.

E se você nunca viajou de avião, saiba que você pode ser aquele viajante desagradável por simples inexperiência. Na verdade, até mesmo pessoas acostumadas a voar podem causar transtornos durante o voo, por conta do desconhecimento de algumas normas implícitas em toda viagem de avião.

Quer saber quais são essas regras? Descubra algumas delas abaixo!

1 – Não invada o espaço alheio

Primeira regra e uma das mais importantes de todas: tente não invadir o espaço alheio. O avião já é um lugar muito apertado e até mesmo uma poltrona reclinada durante a refeição pode causar transtornos ao passageiro de trás.

Também, evite pôr os pés na poltrona do viajante vizinho e se concentre na sua viagem. O filme que o vizinho tá vendo ou o jornal que ele está lendo não são do seu interesse.

Da mesma forma, evite puxar conversa caso perceba que o passageiro ao lado está tentando dormir e mantenha os seus cotovelos, olhos e até cabelos sob controle.

2 – Não tome remédios pela primeira vez

Muitas pessoas não conseguem dormir durante uma viagem de avião e quase sempre recorrem a remédios para relaxar e descansar durante o voo. Se este é o seu caso, jamais tome aquele remedinho tiro e queda recomendado por um amigo caso você não o tenha experimentado antes.

Os remédios, até mesmo os mais “fracos” deles, podem desencadear graves reações adversas e ainda existe o risco de você ser alérgico e não saber.

Uma reação colateral ou alérgica durante a viagem pode atrapalhar imensamente o voo, até mesmo forçando o piloto a pousar no aeroporto mais próximo caso seja algo grave.

Por isso, sempre estreie remédios em casa e não deixe de procurar um médico para mitigar a possibilidade de uma situação como a citada acima acontecer na sua viagem. E, caso possível, opte sempre por soluções naturais como chás e sucos.

3 – Não exagere no álcool

Uma taça de vinho pode ser ótima durante a viagem, principalmente em voos longos, pois ajuda a relaxar e a dormir melhor. Porém, para o bem estar geral, não exagere no álcool!

Um dos principais efeitos do álcool no organismo é a desidratação. Isso, combinado com a baixa umidade que existe dentro de um avião, pode dobrar o efeito que uma tacinha de vinho tem no seu corpo e, no mínimo, te fazer passar vexame.

Então, beba pouco e não esqueça de tomar bastante líquido, independentemente da quantidade de álcool ingerida. Os passageiros e você mesmo agradecerão depois!

4 – Não se levante antes de o avião parar completamente

 Por fim, no fim da sua viagem, não tenha pressa e tente se levantar para pegar sua bagagem de mão antes que o avião tenha parado completamente. Afinal, você já voou 11 horas, o que custa esperar mais alguns segundinhos?

Nada! Mas o contrário pode te custar uma visita ao hospital. Depois do pouso, o avião dá várias frenadas antes de parar por completo e uma mais brusca pode te jogar no chão do corredor e jogar a sua bagagem de mão na cabeça de outro passageiro.

Então, melhor esperar mais um pouquinho, né?