Saiba quais serão as 5 principais mudanças nas viagens após a pandemia

Você já parou para pensar que várias mudanças vão acontecer daqui para frente, né? Aliás, elas já estão acontecendo diariamente – desde comprar online até mesmo o trabalho home office. Mas, você já parou para pensar em quais as mudanças nas viagens após a pandemia? A gente pensou e vamos descrever 5 delas que são bem reais.

A ideia é que você considere que sim, as viagens devem voltar à normalidade nos próximos meses. No entanto, essa normalidade vai receber mudanças e adaptações. Afinal de contas, agora as pessoas estarão mais atentas com a questão da saúde, por exemplo. Além de que vão haver novos modelos de viagens também. Saiba tudo.

Apenas para fins informativos, saiba que estamos falando da pandemia que é causada pelo vírus da Covid-19. Ela se iniciou na China e se espalhou para o mundo todo, matando milhares de pessoas. Ainda não há vacina e nem cura para a doença. O que sugere que mudanças e adaptações serão necessárias em todas as áreas.

As 5 principais mudanças das viagens

Antes de começarmos, considere que criamos esse conteúdo por conta própria. Mas, as informações daqui foram baseadas em anúncios dos governos, dos órgãos de defesa e também das companhias aéreas ou empresas do setor do turismo. Por isso, são reais.

1 – As viagens nacionais e internacionais

Uma primeira informação é saber que as viagens nacionais voltarão a acontecer primeiro do que aquelas que vão ao exterior. Para algumas agências de viagens, os turistas estarão mais confortáveis para viagens domésticas em um primeiro momento.

ANÚNCIO

Logo, para eles, os motivos parecem bastante claros: economia e instabilidade das moedas de outros países. Sem contar que as opções domésticas, dentro do país, também são vistas como mais seguras para um primeiro momento e para viagens de carro – e não de avião.

2 – Os novo modos de viajar

Muita gente tem falado em “novo”, que é para designar um monte de atividades que terão novos reconhecimentos a partir do fim ou até mesmo durante a pandemia. Isso também vale para as viagens, que serão vistas de novas formas.

Por exemplo, as viagens em pequenos grupos de pessoas conhecidas pode ser uma ideia, assim como programas com essa ideia, tal qual o “Europa com Amigos”, que é para até 11 pessoas. O fato é que as excursões podem acabar ficando um pouco mais de lado.

3 – As políticas de cancelamento de viagens

Mais uma das mudanças nas viagens após a pandemia, que é opinião de muito especialista, tem a ver com as políticas de cancelamento de voos, de hotéis e de viagens, de uma forma geral. Logo, o que eles dizem é que “os turistas vão querer saber mais das viagens”.

Ainda mais porque ainda há fronteiras fechadas, possíveis cancelamentos de viagens, uma nova consciência de viajantes. E tudo isso quer dizer algo como as condições de cancelamento de reservas de hotéis, de passagens, de passeios e de tudo mais.

4 – As preocupações com a saúde e a higiene

Sem dúvidas, isso também vai mudar. Obviamente, a gente sabe que os cuidados com a saúde são alguns dos motivadores principais para evitar e prevenir a doença da Covid-19 e também diversas outras.

Por isso, se antes o foco era apenas pensar no conforto da viagem ou em diferenciais como café da manhã, agora o foco das companhias aéreas e das empresas vai estar no bem-estar do cliente enquanto a área da saúde. Vai ser preciso adotar os protocolos sanitários novos.

5 – As campanhas de incentivo dos governos

Por último, a gente também pode dizer e ver que os governos de todos os países vão lançar campanhas para estimular o turismo local – afinal, houve um período de recessão bem grande. Aliás, aqui mesmo no Brasil já se criou o #ViajePeloBrasil para isso.

A ideia dessa campanha, como será de muitas outras, é a de estimular os brasileiros a adotarem viagens domésticas nesse primeiro momento. Afinal, há a questão da segurança, mas também do incentivo para o país como um todo.

Bônus – os preços das passagens aéreas tendem a cair

Se você leu esse conteúdo agora sobre as mudanças nas viagens após a pandemia, mas ainda não chegou a pesquisar pelos preços das passagens aéreas disponíveis, que ainda são raras, saiba que há uma novidade que pode te agradar e que vai perdurar por alguns meses ainda: os preços delas caíram.

Obviamente, isso se explica pelo simples fator de: demanda baixa. Logo, os preços também caem para atrair passageiros. E isso tem acontecido desde o início da pandemia. Mas, conforme essa crise vai se resolvendo, os preços voltarão ao normal.

Viagens de avião não essenciais devem ser remarcadas durante crise da Covid-19

Para especialistas, essa normalidade ainda vai demorara a acontecer – justamente porque a normalidade dos voos também vai tardar um pouco mais a chegar, obviamente. Ainda assim, é preciso considerar além dos preços, como a segurança de se viajar nos próximos dias.

mudanças nas viagens após a pandemia

Por enquanto, há duas informações que procedem de forma oficial. A primeira é que os órgãos continuam recomendado apenas viagens de extrema urgência, chamadas de essenciais. Outra coisa é que não há data certa para que as viagens voltem a acontecer normalmente.

A prevenção é o melhor remédio

E para finalizar o artigo, saiba que ainda não se tem cura para a doença. Por isso mesmo, a prevenção continua sendo o melhor tratamento. Logo, considere que lavar as mãos com sabão ou álcool em gel é o mais recomendado por todos os órgãos. Então, caso precise viajar com muita urgência, considere isso e use máscara.

ANÚNCIO