Conheça 10 livros para viajar para Paris sem sair de casa

Paris fica na França. O lugar sempre é muito lembrado em filmes e roteiros. Mas, você saiba que ela também está em livros? Para se ter uma ideia, a gente listou abaixo os 10 livros para viajar para Paris sem sair de casa – porque mesmo assim você vai conhecer esse lugar incrível.

E, claro, essas podem ser inspirações para a sua próxima viagem. Até mesmo porque muita gente se engana achando que Paris é uma cidade que só tem coisas boas e bonitas. Na verdade, algumas dessas obras mostram até mesmo um lado obscuro da cidade dos sonhos.

1 – Paris é uma festa

Vamos começar por um autor bastante conhecido entre os brasileiros. Ernest Hemingway escreveu “Paris é uma festa”, da editora Bertrand Brasil. O mais legal é que ele foi lançado depois da morte do autor e conta as memórias dele quando morou na cidade francesa.

O seu tempo lá durou 5 anos, entre 1921 e 1926. Foi então que conviveu com pessoas como James Joyce e F. Scott Fitzgerald. Também foi nessa época que se encontrou em obras de Tolstói e Dostoievski.

2 – O código da Vinci

Outro clássico da literatura é de Dan Brow, que tem uma série sequencial de livros, onde se encaixa o código da Vinci. Para quem nunca leu, a história conta sobre um crime que aconteceu no Museu do Louvre

ANÚNCIO

Logo, há citações sobre Leonardo da Vinci, por exemplo. E Robert Langdon é chamado para desvendar o mistério e os enigmas acerca dos acontecimentos locais.

3 – Almoço em Paris

Outro dos livros para viajar para Paris é “Almoço em Paris”, que é de Elizabeth Bard. Ela conta uma história de amor de uma americana que se mudou para Paris. O livro é um romance, porém, também é usado por muitos chefs como livro de receitas.

Pode parecer brincadeira, mas é verdade. Ao ler, você ficará com água na boca ao ver os pratos que ela cita em cada capítulo. Para quem quer se descobrir na cozinha, com certeza, essa obra é uma verdadeira inspiração.

4 – A livraria mágica de Paris

Outro título que cita Paris durante a obra e até mesmo no título é esse aqui, da Nina George. O enredo se passa quando um livreiro, que tem uma livraria-barco no Rio Sena começa a indicar livros para as clientes – tudo para amenizar o sofrimento da alma.

Curiosamente, o livreiro foi abandonado pela mulher e depois de 20 anos decidiu abriu a carta que ela o deixou. Então, uma história é revelada, que você só descobre lendo. Ah, só uma última coisa: a sua viagem vai passar pela Provence, também.

5 – Na pior em Paris e em Londres

Voltando aos clássicos da literatura estrangeira, agora temos o George Orwell, que é um pseudônimo de Eric Arthur Blair. Para quem não sabe, ele passou momentos difíceis, de desemprego, morando na rua e fazendo amizades com mendigos.

Esse é um livro que fala sobre isso. Na época, a ideia de ser escritor era apenas um sonho e seus artigos nem chegavam a ser publicados em jornais. Mas, o resultado você já sabe: hoje é considerado uma lenda da literatura.

6 – Paris para um

Do clássico para o mais moderno, temos Jojo Moyes, que tem feito um sucesso tremendo nos últimos dias. Essa próxima indicação de livros para viajar para Paris é da editora Intrínseca. E a história contada é a de Nell, que decidiu passar um final de semana em Paris com o boy.

Além desse, o livro traz outros contos de interesse para quem gosta de romances.

7 – O arquiteto de Paris

Charles Belfoure é o autor dessa obra, que também é da editora Bertrand Brasil. A história se passa na década de 1940 e narra uma parte de quando os alemães ocuparam a capital francesa durante a 2ª Guerra Mundial.

O arquiteto foi convocado para projetar esconderijos para judeus e mesmo sem acreditar nisso, ele foi por causa do dinheiro. O livro costuma impressionar os leitores. Então, fica a dica!

8 – Quando Paris Cintila

Se você gosta de crônicas e quer conhecer Paris, a Betty Milan pode te ajudar. A obra dela, que foi publicada pela Best Bolso, conta sobre vários lugares do mundo e não apenas Paris. Mas, há destaques para essa cidade, inclusive, considerando o rompimento de hábitos.

9 – Paris versus New York

Já chegando ao fim, o que temos aqui é Vahram Muratyam, que pela Intrínseca, publicou um livro de ilustrações criativas e comparativas. Assim, ele faz análises bem-humoradas entre as cidades citadas no título. Curiosamente, ele foi criado em Paris e viveu, mais tarde, em Nova York.

10 – E foram todos para Paris

E para fechar a lista com os 10 livros para viajar para Paris sem sair de casa temos Sérgio Augusto, que escreveu sobre a cidade nos anos 20. Logo, esse livro também é usado como guia para muita gente que quer conhecer os endereços mais históricos.

O seu itinerário vai considerar nomes como Hemingway, Fitzgerald, Picasso e mais.

Onde comprar?

Sempre que a gente cita algum ou alguns livros aqui no blog, pode ser que você pense que estamos com parceria com lojas ou livrarias. Mas, não é isso. Saiba que você tem toda a liberdade para comprar as obras onde achar mais conveniente para você.

livros para viajar para Paris

O fato é que muitos dos livros são clássicos, por isso, pode ser que um sebo virtual seja a sua melhor opção. Por outro lado, há também grupos de trocas, que facilitam a sua busca por títulos específicos, como esses que falam da querida Paris.

ANÚNCIO