Veja 5 livros de viagens e turismo para ler no tempo livre

Quando a gente passa algum tempo livre, a gente quer mesmo é descansar. Mas, tem uma hora que a gente pensa: por que não aproveitarmos melhor esse tempo? Uma boa ideia é considerar esses livros de viagens e turismo, que são populares, acessíveis e incríveis.

Por exemplo, temos autores já renomados, que contaram suas experiências com viagens. Talvez você já tenha ouvido falar de Martha Medeiros e de Amyr Klink, né? Mas, será que sabe sobre as histórias de viagens que eles contam?

E sem falar de obras clássicas, como A viagem ao mundo em 80 dias, que é um clássico que já virou história em quadrinhos, filmes, séries, programas de TV, etc. Além do mais, vamos dar algumas dicas bem diferenciadas para quem já conhece esses clássicos da literatura mundial.

1 – Um lugar na janela

Martha Medeiros é uma das autoras de livros mais conhecidas do Brasil. O seu sucesso é grande devido a forma com que ela escreve, que é simples e um tanto quanto reflexiva. Tanto é que quase sempre a gente vê frases motivacionais dela espalhadas pela rede social.

Um dos livros onde ela conta sobre as paisagens e as viagens é “Um lugar na janela, que conta a história de uma viajante. No caso, ela é a própria viajante. Ela mesmo indica a obra da seguinte forma: “não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade”.

ANÚNCIO

Sendo assim, a obra traz resultados das suas melhores lembranças de viagens que foram feitas ainda na época que não havia internet. Assim sendo, uma jovem de 20 e poucos anos viajava, sem grana mesmo, para conhecer o mundo. Conheça esse espírito aventureiro.

2 – Comer, Rezar, Amar

Outro livro de viagens e turismo que você vai ler com muito entusiasmo – porque ele é muito popular e acessível – é o famoso Comer, Rezar, Amar. Inclusive, ele virou filme recentemente, de tão boa que é a história narrada por Elizabeth Gilbert.

A história também é baseada na vida da autora, que conta parte de suas vivencias quando tinha 30 e poucos anos. Ela tinha marido, casa nova, pensava em ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas, sentia-se infeliz e confusa.

Então, o que ela fez? Se você viu o filme já sabe: encarou o divórcio, passou pela depressão e tomou uma decisão muito radical: livrou-se dos bens materiais e embarcou em uma viagem pelo mundo, que durou 1 ano.

Ela tinha em mente visitar 3 lugares, onde pudesse analisar o seu próprio eu interior. Assim, passou pela Itália, Índia e Indonésia.

3 – On the Road

Uma historinha um pouco mais antiga, mas muito empolgante é On the Road, de Jack Kerouac. A obra norte-americana está entre os livros de viagens e turismo e é muito agradável para quem quer ter uma leitura leve.

Mas, saiba que o livro inspirou muitos jovens nos anos 60 e 70.

Assim, o que esses leitores faziam ou tinham vontade de fazer era: colocar uma mochila nas costas e descobrir o mundo. Jack lançou os escritos em 1957 e hoje ele é um clássico da literatura mundial.

A narrativa tem o personagem Sal Paradise, que vive com a sua tia nos Estados Unidos. Ele conta a história a partir de quando conheceu um andarilho, o Moriaty. Os dois se tornaram amigos e decidiram atravessar os Estados Unidos – de New Jersey até a Costa Oeste.

A viagem que passa pela Rota 66 é de autoconhecimento e uma história que representa uma geração inteira. É uma ótima ideia para quem quer sair da zona de conforto.

4 – Cem dias entre céu e mar

Amyr Klink escreveu essa obra em 1985, que se tornou também um dos livros de viagens e turismo de maior sucesso no país e no mundo. Também é um enredo que conta a história do autor, que fez uma viagem de barco pelos oceanos.

Cem dias entre céu e mar é uma rota que durou 100 dias. Amyr enfrentou tempestades e ficou bem cansado até chegar na Bahia. Ele conta tudo nesse livro, desde os preparativos até os obstáculos e observações sobre o Atlântico.

5 – A volta ao mundo em 80 dias

E seria um grande erro a gente não citar aqui o maior clássico de viagens de todos os tempos. A volta ao mundo em 80 dias é e Julio Verne e é um romance de 1873, que conta a história de um cavalheiro inglês (Fogg) e o seu criado (passe-partout).

A ideia você sabe: eles queriam cruzar o mundo em 80 dias. O livro é usado hoje em dia para dar vários ensinamentos, portanto, não é apenas para gosta de viagens ou quer passar o tempo livre lendo uma obra fantástica. É usado até mesmo por vendedores por ser persuasivo.

O mais legal é que o personagem principal é desafiado pelos amigos e vive uma aventura emocionante.

Descubra 7 livros que nos fazem viajar – sem que tenhamos que sair de casa

Bônus – outros livros

Para quem está procurando outras obras porque já leu essas que foram citadas aqui, saiba que a listagem de possíveis obras sobre viagens e turismo é bem grande. Então, temos opções como Diários de Bicicleta, A caminho do Atacama, Travels, Viajando com Charley.

Inclusive, tem uma obra que tem sido muito bem falada: Não Conta Lá em Casa, que é do André Fran. O jornalista conta suas experiências em vários locais de gravações de séries. A narrativa é leve e informal, contando até mesmo sobre política, sociedade, economia.

ANÚNCIO