Intercâmbio Voluntário – entenda como conseguir uma vaga

Fazer um intercâmbio voluntário é uma ótima oportunidade de fazer o bem e se envolver com uma cultura diferente, vendo de perto as dificuldades que muitas pessoas ainda enfrentam ao redor do mundo, o que pode te enriquecer ainda mais como ser humano.

Mas para além disso, um intercâmbio voluntário também é uma boa oportunidade de enriquecer o currículo, já que a maioria dos recrutadores veem com bons olhos esse tipo de ação.

Mas, apesar de esse tipo de intercâmbio ter se popularizado bastante nos últimos anos, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como conseguir uma vaga. Se esse é o seu caso, trouxemos neste artigo tudo que você precisa saber o intercâmbio voluntário e sobre como você pode conseguir uma vaga.

Como funciona o Intercâmbio voluntário?

O intercâmbio voluntário é um forma de intercâmbio direcionada a pessoas que desejam ter uma experiência internacional – ou nacional – e, ao mesmo tempo, fazer o bem de alguma forma, seja ajudando crianças em situações críticas ou salvando tartarugas marinhas.

ANÚNCIO

Essa forma de intercâmbio se tornou muito popular nos últimos anos por ser uma alternativa mais econômica e pela experiência que o intercambista vivencia, indo além de um curso de idiomas e realmente se inserindo na cultura local, inclusive nas dores e horrores vividos pelos moradores todos os dias.

O que torna tudo muito mais rico e prepara o viajante para o mundo real.

A viagem para outro país

No Brasil e no mundo existem diversas Ongs e agências de intercâmbio voluntário oferecendo vagas em diferentes lugares do planeta; do interior pobre da Índia a lugares mais desenvolvidos, como África do Sul.

Mas, como conseguir uma dessas vagas e viver essa experiência? Abaixo vamos ter a resposta para essa pergunta, mas um ponto interessante de saber é que a compra de passagens aéreas vai depender de cada caso.

Por exemplo, em alguns acordos, o voluntário não tem custo, mas em outros, ele é responsável por comprar os próprios tíquetes. Portanto, é importante estudar todas as formas de fazer o estudo e trabalhar no outro país.

Ongs e agências

O primeiro passo para conseguir uma vaga de trabalho voluntário por meio do intercâmbio é procurar uma Ong ou agência de intercâmbio voluntário, como a Exchange do bem.

São essas agências que conectam os voluntários aos projetos sociais e as responsáveis por realizar todo o processo para que o intercambista viaje e participe dos projetos.

No entanto, é preciso cuidado! Algumas agências acabam vendendo o intercambista como profissional qualificado quando na verdade não o é, e lucrando em cima da boa vontade dos outros. Outras, sequer existem.

Por isso, pesquise bem sobre a agência que escolher, converse com outros intercambistas que já viajaram, veja em quais projetos ela se envolve e cheque dados de contato. Assim, você faz o seu intercâmbio de forma tranquila.

A escolha do projeto

Os processos variam entre as agências, mas, geralmente, após escolher a Ong ou agência, é preciso escolher o projeto no qual se quer trabalhar como voluntário, escolhendo também o país de destino.

A Exchange do bem oferece mais de 50 opções de projetos para o intercambista e ele pode escolher em qual trabalhar. Na agência, essa escolha pode ser feita por país ou tipos de programa (comunidade, educação, proteção à infância e aos animais, etc).

A partir daqui é feito o processo de inscrição e ele varia ainda mais entre as Ongs e agências. Na Exchange do bem, é preciso escolher as datas de chegada no destino e preencher um formulário de inscrição.

Após se inscrever o interessado recebe uma proposta e precisa preencher uma última folha de inscrição, que também é enviada ao projeto para que ele dê o de acordo e pronto!

ANÚNCIO