Conheça 4 formas de economizar internet móvel no exterior

28

Você que vai estudar em outro país ou que vai passear por lá, sabe o que fazer para economizar internet móvel no exterior? Trouxemos dicas bem legais, inclusive, para quem ficar por lá mais tempo do que alguns dias ou semanas.

A dica vale, por exemplo, para quem vai trabalhar ou estudar em outros países. Imagine ficar meses por lá apenas usando a internet móvel do seu celular? Isso poderia representar um gasto muito alto para você ou até mesmo limitado, né.

Então, por isso, saiba que temos alternativas para economizar no uso do roaming internacional dos dados móveis do seu celular ou do seu dispositivo. Quer saber como? Continue lendo!

Usando o Wi-Fi

Como a gente está falando de um assunto importante, que é sobre como economizar internet móvel no exterior, saiba que é preciso considerar o Wi-Fi. O Wi-Fi é uma renda fixa que é compartilhada com vários aparelhos celulares, computadores e pessoas.

PROPAGANDA

Dessa forma, para economizar na internet móvel, que é a internet do seu celular (geralmente, 3G, 4G ou 5G), saiba que usar o Wi-Fi é a melhor opção. Agora, portanto, a pergunta é exatamente sobre como usar o Wi-Fi Gratuito em países do exterior. E é sobre isso que vamos falar.

Mas, não deixe de considerar que algumas operadoras daqui e até mesmo dos outros países oferecem planos para a internet móvel mais baratos. E que podem permitir ao estudante brasileiro o acesso à internet sem problemas.

Ainda assim, nada como usar a internet sem pagar nada, né. Mesmo porque o uso de dados roaming internacional é sempre mais limitado do que a internet da rede fixa.

1 – O Wi-Fi em áreas públicas

Aqui no Brasil, a gente sempre fica receoso para o uso da internet através do wi-fi em locais públicos. Isso porque podem existir pessoas mal-intencionadas querendo roubar informações suas. No exterior, isso também pode acontecer.

Mas, como se trata de uma alternativa, às vezes pode ser algo necessário e emergencial. Então, dá sim para considerar a hipótese de usar esse tipo de internet em lugares públicos. Sendo que os sinais são ótimos em vários países.

Acaba sendo uma ótima forma de economizar internet móvel no exterior porque muitos lugares possuem tal serviço. Dá para considerar as estações (de metrô, de ônibus e de trem), além de parques (e praças), além dos pontos turísticos.

Algumas cidades maiores possuem uma rede super vasta para facilitar o acesso à internet dos turistas. Inclusive, são pontos combinados com a prefeitura local.

2 – O Wi-Fi em locais privados

Se por um lado você pode pensar em lugares públicos, por outro dá para considerar os privados também. Por exemplo, você pode considerar que quase todas as cafeterias possuem tais serviços gratuitos aos seus clientes.

É um tipo de serviço diferenciado e comum em outros países. Tudo para atrair e agradar clientes. Além das cafeterias, pense também em lanchonetes, bistrôs e outros lugares. Ao ir se alimentar dá para usar a internet para uma comunicação, por exemplo.

Até mesmo os centros comerciais, como shoppings, possuem tal serviço. Portanto, não é algo tão impossível de achar. E nem sempre você vai precisar pedir um café para fazer o uso da internet gratuita.

3 – A hospedagem com Wi-Fi de graça

Assim como no Brasil, em outros lugares do mundo tem vários tipos de hospedagens. E elas podem ter diferenciais, como os preços baixos e o acesso gratuito à internet. Aí, a dica é você pesquisar sobre esse serviço antes de fechar o contrato.

Se você vai para outro país fazer um intercâmbio é bem provável que você fique por lá por alguns meses. E, logicamente, isso sugere que você vai ficar em lugares como hotel, residências ou hostels. Até mesmo o Airbnb tem opções com internet. Viu.

Assim sendo, a dica é você fazer reservas em lugares com esse serviço se você precisa da internet para estudar, trabalhar ou se comunicar. É uma questão simples, mas que requer cuidado na pesquisa do lugar onde você vai ficar.

Lembrando que mesmo que seja a minoria existem lugares que cobram para disponibilizar a internet da rede fixa.

4 – O Wi-Fi na sua hospedagem

Por último, saiba que mesmo que você não tenha contratado um lugar que tenha o serviço gratuito, você ainda tem a opção de fazer a contratação desse serviço. Leve em conta que isso vai depender do seu tempo de estudo no país.

Aqui, a dica é, especialmente, para quem vai ficar estudando em outros países por um longo tempo. A dica é escolher uma boa operadora e contratar, caso você tenha alugado um imóvel, por exemplo.

Assim, você tem que estudar qual é o custo-benefício do lugar e considerar os gastos de instalar a internet. Mesmo como turista, você pode fazer isso, só que dá um pouco mais de trabalho. E, por isso, quase nunca vai compensar. Mas, é uma alternativa, sem dúvidas.

O planejamento da viagem!

A gente não pode terminar o conteúdo sem falar sobre o planejamento da sua viagem para outros países. Isso é bem importante e reflete em vários pontos, inclusive, no seu bolso. Quanto mais se planejar, mesmo com imprevistos, você estará mais bem preparado.

Assim sendo, dá para pesquisar não apenas o que será estudado, onde e quando, mas também sobre os serviços que serão importantes para você, como alimentação, hospedagem e internet. A internet é hoje em dia um item essencial na vida de qualquer turista.

5 dicas para comparar valores de passagens na internet

Ela pode ser usada para uma comunicação direta, mais rápida. Mas, também para postagens e nas redes sociais. Assim sendo, saiba como economizar a sua internet, mas mais do que isso se planeje para a sua viagem internacional.

PROPAGANDA