Saiba quais são todos os documentos para viajar para a Bolívia de carro

Atualmente, o Road Trip tem sido algo muito comum na vida de viajantes brasileiros. A ideia é fazer viagens de carro para aproveitar melhor o passeio. E dá para fazer isso também ao ir para a Bolívia, um dos nossos países vizinhos.

Para isso, no entanto, vai ser preciso apresentar alguns documentos obrigatórios. E nós listamos eles abaixo, como você vai acompanhar. Sem eles, aliás, você pode até ter o seu veículo apreendido. Então, atenção.

Saiba quais são todos os documentos para viajar para a Bolívia de carro

Inclusive, o próprio site do consulado do Brasil na Bolívia avisa: “evite viagens à Bolívia de automóveis do Brasil. Há risco de apreensão e perda do carro”. Mas, calma lá que tem jeito de fazer isso de forma legal e segura.

Isso só vai acontecer se você não tiver permissão para circular de carro por lá. Então, anote aí o que é preciso para ter essa permissão e não correr riscos de ter o carro apreendido.

O registro da sua saída

Se o seu foco é a Bolívia, saiba que em Corumbá (MS) dá para ir até o prédio da Polícia Federal para carimbar o seu passaporte ou simplesmente registrar a sua saída.

A PF fica exatamente na fronteira e vai ser fácil identificar.

Portanto, são duas opções. E a mais comum é registrar a saída, já que isso exige apenas que você apresente o seu documento de identidade oficial com foto, o bom e velho RG.

A imigração da Bolívia

Saindo do Brasil e entrando na Bolívia, considere os pedágios.

Aí, em seguida já terá o prédio da aduana boliviana. Por lá, você vai encontrar a imigração da Bolívia, de onde é possível garantir o carimbo de entrada no país vizinho.

Também é lá que você vai tirar as suas cópias de passaporte (com páginas de informações, carimbo do Brasil e da Bolívia). Além das cópias do documento do carro.

A aduana boliviana

Após a imigração tem a aduana da Bolívia.

O registro é feito no prédio mesmo, no segundo andar.

Lá vai ser preciso preencher um documento de entrada do veículo no país e aguardar a documentação ficar pronta.

A Declaración Jurada é imprescindível e esse passo pode demorar algumas horas. Ele será usado no SIVETUR – Sistema de Controle de Entrada e Saída de Veículos de Turismo na Bolívia. E o vencimento dele é de 90 dias.

A ordem de circulação

Há uma grande discussão sobre a importância desse documento no país. Para alguns, é apenas uma forma de corrupção.

De qualquer maneira, caso você precise, saiba como ele pode ser emitido.

É preciso ir até o Puerto Suarez e encontrar a Polícia de Trânsito ou Polícia Rodoviária. Aí, você apresenta a sua declaração, paga 50 bolivianos e retira a “Ordem de Circulación”.

Na ordem vai constar várias informações, como se o viajante tem extintor, triângulo de sinalização e kit de primeiros socorros.

Os cuidados

Por fim, considere alguns cuidados e informações. Na Bolívia você não precisa ter os seguros, como em outros países da América do Sul.

Agora, saiba que o documento do carro tem que estar no nome dos viajantes presentes na viagem. Carros financiados vão ter que apresentar uma declaração juramentada expedida pelo consulado da Bolívia no Brasil.

E não esqueça de inserir o nome de todos os possíveis condutores do veículo no momento da retirada dos documentos citados acima.