Descubra 3 dicas para deixar a casa em segurança durante viagens longas

Todo mundo que vai viajar por um longo período, que seja acima dos 10 dias, acaba tendo preocupações com a casa. Por exemplo, com medo do roubo. Mas, saiba que existem dicas para você conseguir deixar a casa em segurança durante viagens.

As dicas foram selecionadas a partir de comentários de especialistas na área da segurança. Inclusive, vão ser muito úteis para este ano, que tem vários feriados prolongados que podem sugerir uma viagem mais longa, seja com a família, sozinho ou a trabalho.

Além do mais, as dicas também valem para viagens de tempo menor, como de um final de semana só. O importante é viajar com a cabeça leve para aproveitar melhor os passeios. Afinal, nada como a tranquilidade de saber que a sua está segura, não é mesmo?

1 – Os cadeados e as trancas

A primeira coisa que pensamos quando falamos em segurança é sobre os cadeados e as trancas das portas e portões. Correto? Saiba que isso realmente faz sentido. Mas, quais seriam os cuidados para esse caso?

Um deles é nunca deixar o portão fechado com um cadeado por fora. Obviamente, isso vai indicar que não há ninguém na casa naquele momento. Assim, você vai motivar os ladrões para fazerem roubos.

ANÚNCIO

Além disso, antes de sair em viagem, o ideal é que se faça uma checagem mais apropriada das janelas e portas para saber se estão fechadas por dentro com trincos e fechaduras. Fechar as cortinas e as persianas também ajuda porque evita que alguém possa visualizar o que há dentro.

Por último, considere como medida de segurança não deixar dinheiro e nem joias em casa. Mesmo que seja em cofres, dentro de armários com fechaduras. Se for preciso, contrate um serviço de banco para guardar tais objetos pelo período que estará em viagem.

2 – As luzes e os eletrônicos

Diferente do que falamos acima, sobre usar cortinas e persianas, algumas pessoas acham que deixar as luzes acessas durante o dia todo pode inibir os bandidos. Porém, para deixar a casa em segurança durante viagens você não deve fazer isso.

O motivo é que se as luzes ficarem acessas durante o dia, eles podem entender que não há ninguém em casa porque isso não é comum. Agora, se você tiver luzes com temporizadores, aí tudo bem, essa tática de segurança faz sentido.

Do lado dos aparelhos eletrônicos, a dica é retirar todos da tomada para que se evite problemas elétricos, como a sobrecarga ou os incêndios. Além disso, é ideal pensar em deixar a geladeira desligada também ou no mínimo da refrigeração, já que ela não será aberta nesses dias.

Uma última dica é sobre a campainha. A dica dos especialistas é que você a deixe desligada. Assim, se as pessoas sondarem a casa e apertar para saber se há gente em casa vai ficar na dúvida, já que ela não estará funcionando.

Saiba o que fazer no carro em uma viagem muito longa de carro

3 – Os vizinhos e os amigos

Por último, vale falar ainda que para deixar a casa em segurança durante viagens é preciso contar sim com a presença e confiança de amigos e da vizinhança. Muita gente não faz isso por orgulho. No entanto, a medida poderia ajudar muito.

A primeira coisa é tomar muito cuidado com o que você posta nas redes sociais. Hoje em dia, todo mundo está livre para saber o que está acontecendo. E os oportunistas podem saber que você está longe de casa e vai permanecer por um tempo.

Outra coisa é não ficar falando da viagem para estranhos, somente para quem é de confiança. Até mesmo pessoas próximas a você pode acabar comentando com outras e isso é complicado. Portanto, conte apenas para quem for realmente necessário.

Ao mesmo tempo, tenha sempre 1 vizinho ou 1 amigo para fazer uma ronda pela sua casa durante o tempo que estiver fora. Você deve deixar o seu telefone para contato para emergências. Inclusive, pode até deixar uma cópia da chave com eles.

Aliás, suspenda a entrega de jornais, revistas e até mesmo de contas para que isso não se acumule na caixa do correio.

Saiba mais – para quem mora em apartamento

Se você mora em apartamento pode ser que não tenha entendido boa parte do que foi dito acima. Afinal de contas, você tem uma outra realidade, certo? Ainda assim, saiba que dá para tomar algumas medidas de precaução.

Por exemplo, pedir para um amigo ou parente para entrar no seu apartamento e averiguar as condições. Isso vale não apenas para casos de roubos, que são menos comuns em condomínios, mas para verificar a questão de vazamentos, por exemplo.

Além do mais, você também pode deixar o sindico avisado sobre a sua viagem. Mas, nada impede que deixe tudo trancado. Alguns condomínios possuem sistemas de câmeras que podem ser acessados a distância e isso ajuda muito também.

Para terminar o conteúdo, considere que ainda existe a opção do seguro residencial, tanto para casas como para apartamentos. Nesses casos, você poderá ter uma viagem mais tranquila também. Mas, nada impede de manter as medidas de segurança citadas aqui.

ANÚNCIO