Como escolher qual curso fazer no exterior?

67

Estudar no exterior é uma oportunidade incrível e que tem muito a agregar na vida de qualquer um, tanto profissionalmente quanto pessoalmente.

Por isso, não são poucos os estudantes e profissionais que decidem fazer um intercâmbio, deixando seu país natal e passando meses ou anos estudando em um local completamente desconhecido.

Tudo pela experiência de viver em uma cultura diferente, com pessoas, costumes e hábitos incomuns, além, claro, das belezas naturais e pontos turísticos.

O que estudar?

Mas enquanto a escolha o destino é fácil, escolher qual curso fazer pode ser um verdadeiro desafio, pois essa é uma decisão que envolve diversas questões e que precisa ser muito bem pensada.

PROPAGANDA

Afinal, o investimento precisa trazer retornos e a experiência deve ser agradável.

Assim, como escolher qual curso fazer no exterior? O que levar em consideração? Como conciliar suas necessidades com o que você gosta? Isso é o que você descobre a seguir. Acompanhe!

Quais são seus interesses de carreira?

Estudar fora é uma ótima maneira de incrementar o seu currículo, alavancar sua carreira ou até mesmo iniciá-la.

Por isso, é importante considerar os seus interesses profissionais na hora de escolher qual curso fazer no exterior.

Se você trabalha com tecnologia da informação, por exemplo, um curso de especialização em determinada linguagem pode ser uma ótima opção.

Mas, se você não tem certeza do que quer ainda, a melhor alternativa pode ser um curso mais abrangente, que aborde conhecimentos que podem ser aplicados em diferentes carreiras.

Um curso de idiomas é um belo exemplo disso.

Já se você ainda não entrou no mercado de trabalho e quer estudar fora para se preparar pra isso, é preciso ter mais cuidado para evitar escolher o curso errado e desperdiçar seu tempo e recursos com algo que não te interessa.

Nesse caso, é preciso levar em consideração também os seus interesses pessoais, como veremos a seguir!

Interesses pessoais e hobbies

Pensar no que você tem interesse e no que pretende para o seu futuro também pode te ajudar a escolher qual curso fazer fora do Brasil, principalmente se o intercâmbio está sendo feito com interesses profissionais.

Assim, é importante considerar também nos seus interesses pessoais e no que você gosta de fazer para escolher seu curso.

Pense, por exemplo, em qual carreira você deseja seguir ou qual área profissional mais desperta o seu interesse.

Já se você quer estudar fora apenas pela experiência e para adquirir conhecimento, sem interesses profissionais, você pode mergulhar fundo no que realmente gosta de fazer e quer aprender, sem outras pretensões.

Porém, o ideal mesmo é tentar achar um equilíbrio entre o que você gosta e o que você precisa, pois assim ambas as necessidades são supridas e você pode estudar aquilo que gosta ao mesmo tempo em que se prepara para o futuro.

Tempo e recursos

Por fim, mas não menos importante, é preciso considerar também o tempo e os recursos que você tem para estudar fora e tentar encaixar aquilo que você quer naquilo que você pode fazer.

Uma dica é identificar o que você quer estudar e, a partir de então, começar a pesquisa pelos cursos, faculdades, escolas e países que se encaixam no tempo e orçamento que você tem disponíveis.

Assim, é possível encontrar o curso ideal para as suas pretensões e fazer um bom intercâmbio, que satisfaça os seus objetivos e que proporcione uma ótima experiência.

PROPAGANDA