Conheça 10 cuidados ao fazer um cruzeiro marítimo com crianças

Fazer uma viagem de cruzeiro marítimo com crianças pode ser um sinal de aventura, descanso, lazer e muita diversão. No entanto, isso exige alguns cuidados para não fazer tudo isso se tornar uma grande dor de cabeça.

Abaixo, a gente tem uma lista com alguns cuidados que são imprescindíveis. Se você vai viajar pela MSC Seaview ou por qualquer outra empresa, saiba que vai precisar ter esses cuidados para aproveitar ao máximo a viagem e tornar o momento inesquecível.

1 – Documentos

A primeira dica é sobre os documentos. Antes de sair de casa é imprescindível que você cheque todos os documentos que são necessários. Assim sendo, considere o tipo de viagem que você vai fazer.

Por exemplo, em uma viagem dentro do país, o RG e a certidão de nascimento costumam ser suficientes. Mas, para uma viagem internacional serão precisos outros, como o passaporte, o visto e o comprovante de vacinação.

Aliás, para o caso de pais separados é preciso também ter uma autorização do responsável que está ausente na viagem.

ANÚNCIO

2 – Cabines

O próximo dos cuidados que se deve ter quando você for fazer um cruzeiro marítimo com crianças é pensar na variedade das opções de cabines que existem. O ideal é escolher aquelas que sejam confortáveis para todo mundo.

Alguns pacotes vão permitir que você tenha cabines duplas ou triplas. Assim, uma porta pode ligar os quartos. Essa é uma ótima vantagem para quem tem filhos que vão viajar juntos e que já dormem sozinhos. No entanto, nesses casos, o banheiro costuma ser bem pequeno.

3 – Diversão

Outra boa dica é considerar as opções que possuem alternativas de diversão para os pequenos. A maioria dos cruzeiros de hoje em dia possuem piscinas, brinquedos, salas de jogos, brincadeiras, monitores. Então, certifique-se disso antes de fechar o pacote de viagem.

Aliás, shows musicais e personagens podem ser diferenciais oferecidos. Inclusive, isso vale para um dos mais famosos cruzeiros que os brasileiros conhecem: o MSC Seaview. Para quem tem filhos adolescentes, saiba que quase sempre há opções de eletrônicos também.

E no caso dos bebês, apesar da diversão ser bem restrita, alguns cruzeiros oferecem serviços diferenciados. Por exemplo: cuidadoras treinadas para cuidar deles em determinados períodos de tempo.

4 – Enjoos

O próximo dos cuidados que se deve ter é com os enjoos, que são bem comuns nas crianças. Inclusive, isso tem até nome cientifico e é: “ficar mareado”. Assim sendo, uma boa dica para quem vai viajar em família é optar por cabines que fiquem no meio do navio.

O motivo é que lá elas balançam menos e os sintomas são amenizados. Além disso, evitar o uso da tela de celular e outros eletrônicos também ajuda muito. Mas, se isso não funcionar, saiba que existem remédios que podem ser usados. Procure um pediatra antes da viagem.

5 – Duração

Mais uma dica que temos aqui para quem vai cruzeiro marítimo com crianças é pensar em uma viagem mais curta. Isso porque dá para aproveitar bastante o passeio sem que isso seja estressante demais. Afinal, essa pode até ser a sua primeira experiência com os filhos, né.

Então, nada como optar por algo mais enxuto, mais rápido de ser resolvido. Se após essa primeira experiência você notar que todos da família curtiram muito e queriam mais, então, aí sim pode ser uma boa ideia optar por um cruzeiro mais longo.

6 – Malas

Sobre as malas, saiba que dá para levar algumas delas, mas sem exageros. Isso porque cada cruzeiro tem o seu limite. No caso da MSC, por exemplo, é possível ter 3 malas por cabine, o que deve dar não mais do que 90 quilos.

Também é preciso lembrar que em alguns casos vai ser preciso usar o transporte aéreo, que faz a cobrança de taxas para o excesso de peso da bagagem. E tanto aeroportos como navios possuem os detectores de metais.

7 – Alimentação

Outra dica é sobre a alimentação. A grande maioria dos cruzeiros oferece o all inclusive, o que quer dizer que você vai poder comer o dia todo sem pagar nada a mais por isso. Assim sendo, existem alguns determinados restaurantes e lanchonetes ficam liberadas.

Isso pode ser bom porque você não se sentirá pressionado a comer em determinados horários e podem tentar manter uma parte da sua rotina. Uma dica é tentar manter uma parte da alimentação que você já está acostumado, evitando doces para não causar inconvenientes.

Leia Também:

8 – Segurança

Outro ponto importante é sobre a segurança. Muita gente acha que esses navios são seguros. Inclusive, eles são seguros. Mas, a nossa dica é sobre os cuidados para as crianças não se perderem por ele, já que são bem imensos.

Assim sendo, o ideal é saber se o cruzeiro tem as pulseirinhas de segurança, com as informações da criança. Isso é uma boa ideia para evitar problemas maiores. Dá até para usar um app para localizar o seu filho em outros cruzeiros.

9 – Piscinas

cruzeiro marítimo com crianças

Já citamos as piscinas e alguns cuidados. Mas, nunca é demais falar sobre esses dois temas. Você já sabe que piscina e criança exige um cuidado a mais, né? Ainda mais em cruzeiros, onde não existe uma única piscina, mas várias.

O ideal é sempre ter alguém por parte e de olho. Além disso, tem a questão do uso do protetor solar, roupas de proteção UV, óculos de sol, etc.

10 – Médico

Por último, saiba que todos os navios a bordo devem ter uma equipe de médicos. Desse modo, em todos os casos que forem iniciais ou urgentes, busque essa ajuda o mais breve possível. Ainda que não seja um pediatra, o clínico também pode ajudar.

ANÚNCIO