Aprenda como criar um planejamento para viajar no próximo ano

O brasileiro é um povo muito diferenciado culturalmente. Assim, a gente tem pessoas que sonham com a casa própria. Outros, em comprar o carro. E tem aqueles que só pensam em viagens. Para esse público, vamos falar sobre como criar um planejamento para viajar.

Até mesmo porque isso não é assim tão complicado, mas também não pode ser deixado de lado para que a viagem aconteça da forma mais segura possível. E, nesse caso, tranquilidade tem a ver com ter dinheiro na conta, no bolso, na mala ou no cartão.

Portanto, esse artigo não é para ensinar como comprar passagens aéreas baratas e nem mesmo para falar como alugar um carro nos Estados Unidos gastando menos. Aqui, só vamos focar em dicas para você juntar dinheiro, ter dinheiro e se planejar para a viagem.

As melhores dicas para criar um planejamento para viajar

As dicas abaixo foram selecionadas a partir da opinião de especialistas e também de pessoas que viajam com mais frequência. Isso tudo sem deixar de lado o fato de que o seu planejamento pode ser bem particular. Ainda assim, essas dicas serão úteis.

ANÚNCIO

Os gastos

A primeira coisa, como em qualquer planejamento financeiro que existe, você deve reconhecer quais são os seus gastos. Não, não estamos falando dos gastos das viagens, mas sim os seus gastos pessoais, em casa.

Então, comece por anotar os gastos em uma planilha. Ah, sim. As planilhas são ótimas ferramentas para você criar um planejamento para viajar ou para qualquer outro objetivo que você tenha na vida. Inclusive, você deve ter uma planilha para controlar os gastos mensais.

A ideia é que você crie abas ou categorias diferenciando os gastos entre os que são essenciais, os que são variáveis, o que são parcelas de financiamentos ou empréstimos, as faturas do cartão de crédito e assim por diante.

As receitas

O próximo passo é você ter uma aba dessa planilha para anotar as suas receitas. Obviamente, ela pode ser uma receita fixa, que venha do seu salário mensal. Mas, também pode ter abas para que você adicione outras fontes de renda.

Por exemplo, as rendas extras, as horas extras, os benefícios do governo, etc.

Então, obviamente, se você tem os gastos e as receitas vai ser mais fácil ver se você está gastando mais do que ganha. O ideal é que sempre você faça uma conta que sobre dinheiro porque esse dinheiro é que será investido nas suas próximas viagens.

Os objetivos

Sim, a gente sabe que o seu objetivo é viajar. Ao menos, um deles é viajar. Só que a gente precisa ser mais especifico quanto a isso. E existem diversas formas de você calcular a sua próxima viagem. Só que para isso, você precisará ter informações completas.

Comece dizendo para onde você vai, quando vai, com quem vai, de que forma vai. Sim, é preciso ter esse relatório antes mesmo de montar o seu planejamento financeiro. Somente após isso, você saberá o quanto precisa separar do orçamento para esse sonho.

E o mais legal de criar os objetivos é que você pode pensar em vários. Por exemplo, várias viagens. Pode ser uma viagem de final de ano (curto prazo), para quando o seu filho se formar na faculdade (médio prazo) e para quando se aposentar (longo prazo).

As contas

A partir da criação dos objetivos, o próximo passo para criar um planejamento para viajar é você fazer as contas. Então, por isso mesmo, você deve ter as informações completas da viagem, como data, destino, transporte, etc.

Logo, vamos supor que no final do ano você queira ir para a praia com a esposa ou o marido. Vai ficar lá durante 7 dias e vai de carro. Então, comece a pesquisar o custo disso tudo. Primeiro, o combustível, a manutenção e tudo sobre o carro. Depois, sobre a viagem.

Lembre-se de ver os preços das hospedagens, que nessa época do ano são mais caras. É fazendo essas contas que você chegará à uma expectativa de custo da viagem. Com um valor total que deve ser juntado até a data.

A economia

Usando as dicas acima, vamos supor que você viu que uma hospedagem fique em R$ 1,5 mil para esses dias. Depois, vai ter mais R$ 500 com o combustível e mais R$ 300 com a manutenção do carro. Tem ainda que levar o dinheiro da alimentação, uns R$ 700, talvez.

No total, usando alguns exemplos fictícios, a gente vai ter um custo da viagem de R$ 3 mil. Então, você vê que durante o ano todo vai ter que juntar, ao menos, R$ 300 por mês, durante 10 meses para conseguir realizar o sonho da viagem. Entendeu?

Quanto mais prazo você tiver, melhor. E quanto mais conseguir guardar mensalmente, melhor também. Nesse caso, a dica é que você sempre leve algum dinheiro a mais para o caso dos imprevistos que podem acontecer na viagem.

Os hábitos

E para terminar o conteúdo, como não poderia ser diferente, vamos falar dos hábitos. Obviamente, juntar R$ 300 mensais pode não ser a tarefa mais simples da sua vida. Mas, ela é necessária na hora de criar um planejamento para viajar.

criar um planejamento para viajar

Então, comece a rever os seus hábitos. Volte ao tópico 1 e análise novamente os seus gastos. Veja o que pode ser cortado e o que pode ser diminuído. Sempre dá para fazer aquela faxina financeira nas contas e conseguir enxugar o orçamento. É assim que se realiza sonhos.

Observe que ao fazer essa poupança mensal para viagens, você não vai precisar ficar usando o cartão de crédito, nem fazendo empréstimos e nem mesmo vai precisar pegar o dinheiro das férias ou do 13º salário para fazer isso. Afinal, você terá o dinheiro da viagem guardado.

ANÚNCIO