Saiba o que analisar na hora de comprar uma mala de viagem

16

Na hora de comprar uma mala de viagem, nem sempre apenas ver o preço é uma boa ideia. O preço é sim importante, mas existem outros fatores que pesam na escolha também. o fato de ser bonita? Talvez… Mas, o custo benefício é o que vale a pena no fim das contas.

Pensando nisso, abaixo separamos vários detalhes e várias dicas inteligentes para quem vai comprar uma mala de viagem. Indicamos até mesmo algumas marcas e modelos. E se você não sabe onde comprar, também temos indicações.

Continue lendo o conteúdo para ter mais ideia e mais conhecimento quando for escolher a sua mala de viagem. Afinal, pode não parecer importante, mas a escolha mal feita pode gerar uma dor de cabeça que ninguém merece ter em uma viagem.

E isso vale para todo mundo que vai viajar, seja para um destino nacional ou fora do país, seja para perto ou longe, de carro ou avião. Aprenda como comprar uma mala de viagem para curtir esse momento tão incrível na sua vida, que é uma viagem.

PROPAGANDA

A resistência da mala

Uma análise que precisa ser feita na hora de comprar uma mala de viagem é sobre a resistência dela. Isto é: quanto mais resistente ela for, melhor será para você que não terá problemas com a quebra ou rasgos dela.

Aí, nessa análise você tem que até mesmo se as rodinhas são confiáveis. Para que não te deixem na mão durante um percursos ou outro, né. Ninguém merece ter que arrastar a mala durante uma viagem ou deslocamento.

Há, inclusive, lojas que permitem o teste da mala. Isso é importante porque você pode ver sobre o manuseio dela, por exemplo.

Aí, nesse estudo, além das rodinhas, considere também o material da mala. Existem aquelas mais rígidas, que tem a vantagem de serem impermeáveis. Geralmente, aguentam mais o impacto. Já as tecido resistem à choques e se adequam melhor no porta malas, por exemplo.

4 formas de minimizar o risco de roubos de malas nos aeroportos

O tamanho da mala

Outro ponto importante a ser estudado tem a ver com o tamanho da mala. E aqui, muito mais do que simplesmente escolher a maior ou a menor, a dica é verificar os padrões e as regras das companhias aéreas.

Por exemplo, as low cost permitem malas que tenham o padrão de 55 cm x 40 cm x 20 cm. Como é o caso da Ryanair. E também dá para levar outra mala, que é a mala pessoal ou a mala de mão. Essa deve ter 40 cm x 20 cm x 25 cm e deve ficar embaixo do assento.

Já quanto ao peso, considere que as companhias costumam aceitar valores que são de 10 quilos, 23 quilos ou até 32 quilos. Portanto, é preciso considerar o peso da mala também. o mais indicado é que uma mala vazia não pese mais do que 2 quilos.

Além do tamanho e do peso, quando for comprar uma mala de viagem, análise também os diferenciais. Algumas tem divisórias, por exemplo, que são divididas por zíperes. Outras têm a opção do cadeado embutido. E assim por diante.

A compra da mala

Agora, onde comprar a mala de viagem? No Brasil, como a gente sabe, há diversas lojas que são especializadas na venda de malas. E isso vale tanto para as opções físicas como as virtuais. E aí, o jeito é pesquisar muito as opções.

Entre as lojas e marcas famosas, temos as seguintes: Victorinox, Cavezzale, Samsonite, Rimowa, American Tourister, Bagaggio, Sestini, Le Postiche e até as Lojas Americanas têm vendido malas de viagens.

E ainda sobre a compra dá para considerar os valores. Os valores, junto com as qualidades, vai formar o custo benefício, que é o que deve ser visto no fim das contas. Por isso, pense na compra da mala como investimento.

Uma mala de viagem pode custar entre R$ 200 e R$ 4 mil. Isso vai variar conforme a marca, o modelo, o estilo, os diferenciais e a durabilidade. A recomendação é que se pensa em uma mala que durante até uns 15 anos, por exemplo.

As melhores indicações de malas

Se você está estudando as possibilidades de comprar uma mala de viagem, saiba que existem ótimas referências no mercado nacional. Primeiro, considere que atualmente a novidade é o material que tem sido usado: o policarbonato. Ele dura mais do que o tecido.

Outra coisa é pensar naquela mala chamada de 360º. São aquelas que possuem 4 rodinhas e são práticas na hora de usar e empurrar. Elas ficam em pé sozinhas e são menos pesadas para o carregamento também.

Na hora de ver as indicações de malas também dá para considerar outro detalhe. O material poroso e fosco é melhor do que os brilhantes. Isso porque os brilhantes tendem a arranhar mais e descascar, assim como os desenhados.

Já quanto às marcas, não há como negar que a Samsonite, Victorinox e Riwowa estão entre as mais recomendadas. E a Sestini também tem bons elogios.

Agora, existem as marcas com garantia vitalícia para alguns modelos. A Sestini e a Victorinox são algumas delas. Já outras oferecem até 2 anos de garantia para defeitos de fabricação. É preciso analisar tudo isso na hora de comprar uma mala de viagem para não errar!

Ah, e leve em conta que não estamos falando para você comprar essa ou aquela, está bem? Não recebemos nada para indicar uma ou outra. A nossa ideia é muito simples: informar e te ajudar na escolha de uma mala que será comprada. Somente isso.

PROPAGANDA