Saiba quais são as 7 comidas de rua mais excêntricas do mundo

A gente produziu um conteúdo para falar sobre as comidas de rua mais excêntricas. Mas, você sabe o que isso quer dizer? Que aqui vamos ter dicas de gastronomias das quais, possivelmente, você não está costumado a ouvir.

Dessa forma, pode até ser que você se sinta enjoado alguma hora. Por outro lado, se você é alguém que adora conhecer novos sabores, este conteúdo vai ser um verdadeiro prato cheio para você – quase que literalmente falando.

Então, arregace as mangas (ou melhor, feche a boca para não babar) e vamos ao que interessa. A lista não segue uma ordem. No entanto, são curiosidades que encontramos na internet e que podem te fazer mudar de roteiro de viagem neste ano.

1 – GAFANHOTOS FRITOS

Vamos começar de leve. Isso quer dizer que esse prato é um dos mais comuns entre os incomuns que vamos listar aqui. Os gafanhotos fritos são considerados “normais” em vários países ao redor do mundo. Inclusive, no México.

Por lá, você vai encontrar o nome de chapulines. Eles fazem parte da gastronomia local e são consumidos de forma muito natural há mais de 3 mil anos. A iguaria pode ser encontrada mais especificamente de maio até o final do verão nos mercados locais.

ANÚNCIO

Para quem não sabe, ele é fervido com água e sal. Depois é tostado no comal com sal e limão ou ao molho ou ainda como recheio de tacos. É bem crocante e bem mais gostoso do que você poderia imaginar.

2 – BATATAS FRITAS

Ok! Já sabemos que você não está acreditando que inserimos a batata frita como uma das comidas de rua mais excêntricas do mundo. Mas, fique calmo porque já vamos explicar os motivos desse prato estar aqui. Ok?

A poutine, como é chamada no Canadá, é uma porção de batatas fritas que é servida com queijo coalho e molho de carne. A-há. Aí está a excentricidade do prato. Ela é original de Quebec, que é uma província canadense.

O prato é muito famoso por lá e já está sendo servido em várias redes de fast food e não apenas em food trucks.

3 – BOLINHOS DE POLVO

Para quem gosta de comida japonesa, também não é um prato tão diferente assim, né. Os bolinhos de polvo são conhecidos como takoyaki no Japão, de onde ele é originário. Inclusive, ele nada mais é do que uma massa que se parece com a nossa panqueca e recheado com polvo.

Também vai na receita do recheio gengibre picado e a cebolinha. Em certas regiões do país, o prato é encontrado até mesmo em barracas que ficam nas ruas. Entre essas cidades temos Osaka e Kansai.

4 – FRUTAS CRISTALIZADAS

E já que estamos na Ásia, vamos falar de um prato muito famoso na China. As frutas cristalizadas no palito ou tang hu lu são simples e originais. É uma sobremesa chinesa que é feita com frutas mesmo. Portanto, é bem possível que você vai gostar dessa iguaria.

Entre as frutas, dá para escolher entre uvas e cerejas, por exemplo.

5 – DOCE EM FORMATO DE PRETZEL

O jalebi ou zulbia, como é chamado esse doce, é feito em países da Ásia meridional ou do leste africano. Inclusive, é muito comum na Índia. Ele é uma fritura que é feito com farinha de trigo e embebidos em açúcar.

O grande diferencial dele é que é macio por dentro e cristalizado por fora. Sendo que pode ser servido morno ou frio. Assim sendo, o quitute como doce comemorativo na Índia.

6 – ARRENQUE CRU

O arrenque cru com cebola ou picles é chamado de hollandse nieuwe na Holanda, de onde ele é originário. Também está na lista das comidas de rua mais excêntricas. Para quem quiser provar, já vamos adiantar uma coisa: somente entre junho e julho.

Isso porque é quando ele vai estar bem fresquinho e o sabor vai ser mais autêntico. O motivo é que a preparação dele é feita de forma diferenciada. Ele é congelado para matar os parasitas. Depois, acontece o descongelamento. A limpeza e a adição dos ingredientes finais vêm por último.

E aí entra na lista os temperos, como a cebola e o picles.

Leia Também:

7 – MEXILHÕES RECHEADOS

Para fechar a lista temos o midye dolma ou mexilhões recheados, que é bem comum na Turquia. Ele é consumido após a ingestão de bebidas alcoólicas por muitos moradores locais. Inclusive, o prato é feito com a concha do mexilhão e o recheio.

Já o recheio é feito com o próprio mexilhão e arroz. Quando você comprar o prato, saiba que o vendedor vai abrir o mexilhão para você e regar com suco de limão. O consumo tem que ser imediato.

CURIOSIDADE – o acarajé do Brasil

A gente optou por escolher apenas pratos que estão ao redor do mundo. Mas, e se fosse no Brasil, qual seria o prato excêntrico daqui? Com certeza, uma das opções seria o Acarejé, que é feito com feijão fradinho e recheado com camarão. Não acha?

A especialidade é da cultura afro-brasileira e ele é muito comum na Bahia. Inclusive, o sabor é forte e marcante, sendo que ele pode ser feito com diversos ingredientes. Entre os mais comuns, temos a pimenta, o vatapá, a castanha de caju, quiabo e vinagrete.

Já quanto ao tempero, não podemos nos esquecer do azeite de dendê, cebola, sala. Para quem gosta de pimenta é um prato inesquecível. Aliás, para quem não gosta, também.

ANÚNCIO