Circuito das Águas Paulista – 3 motivos para conhecer em 2019

98

Quer se divertir sem gastar muito? Aproveite o Circuito das Águas Paulista. São roteiros econômicos e de curto prazo que garantem felicidade e tranquilidade para a família toda.

9 cidades da região de São Paulo oferecem diversos atrativos para o público que não quer gastar muito dinheiro e que até nem tem tanto tempo assim para uma viagem muito demorada.

São elas: Águas de Lindóia, Amparo, Holambra, Jaguariúna, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro.

Cada uma delas oferece uma diversão diferente, mas o que todas têm em comum são a riqueza histórica, o ecoturismo, o turismo rural e vários tipos de artesanato.

Você vai conferir ainda águas termais e minerais, roupas em couro e em malha e muito mais. Legal, né?

A nossa equipe separou 3 desses destinos para te contar um pouquinho sobre eles e mostrar que o interior de São Paulo abriga ótimos destinos.

1 – Amparo

Amparo é a cidade vista como a capital história do Circuito das Águas Paulista.

Ela tem o patrimônio arquitetônico e histórico preservado e faz uma junção de memórias de igrejas, colégios e antigos sobradinhos aos dias atuais.

Tudo muito bonito, de encher os olhos. São vários os pontos turísticos dela.

Um deles é o Polo Astronômico, onde é possível observar o céu. O local possui equipamentos de última geração que permitem ver as crateras da Lua, os anéis de Saturno, as estrelas e muito mais.

Ainda em Amparo, um dos museus mais completos de São Paulo: Bernardino de Campos.

O prédio subiu em 1885 para que o coronel Luiz de Souza Leite morasse. Depois virou a Prefeitura, a Câmara, o Serviço de Água e Esgoto e, por fim, agora abriga toda essa história.

A arquitetura está toda preservada.

2 – Holambra

Os mais românticos e amantes da natureza vão gostar de Holambra.

A capital das flores é um dos lugares mais charmosos do Circuito das Águas. Famílias holandesas foram para lá e o município surgiu em meio a essa imigração.

O cultivo de flores e plantas é o principal negócio e corresponde à metade da produção de flores do país.

O Gardencenter Cidade das Flores é um dos points. Ele oferece uma variedade imensa de formas dessas belezinhas naturais.

Turistas, varejistas e floristas se encantam o tempo todo e por todos os lados num mundo de cores.

O Moinho Povos Unidos também é uma parada certa para o visitante. É uma cópia muito fiel aos tradicionais moinhos holandeses, com 38,5 metros de altura. Ele tem a mesma função que na Holanda: pela força dos ventos acaba moendo os grãos.

Quem gosta de experimentar paladares de outros destinos vai gostar. A culinária também é um dos atrativos.

3 – Lindoia

Em Lindoia, a capital nacional da água mineral, a paisagem é exuberante e mostra tranquilidade e aconchego. Acabamos de falar em comida, não é mesmo?

Aqui o prato principal, um dos mais procurados, é o famoso leitão à pururuca, que só de lembrar a gente fica com água na boca.

Um dos pontos preferidos desse roteiro é o Grande Lago Lindoia.

É um completo com 260 mil metros quadrados de espelhos d’água alimentados pelas nascentes que vêm das montanhas. O Clube Náutico e o Vertedouro ficam lá.

Os fãs de ecoturismo costumam aproveitar o local, que conta com várias cachoeiras, árvores frutíferas, ninhais de garças pantaneiras e muito mais. Um show da natureza. Por lá, atletas de natação, mountain bike, motocross, corrida e até pesca têm vez.

Gostou?

Para saber todos os detalhes, a localização de cada cidade e o valor que você vai gastar para conhecer cada uma é só acessar o site especial do Circuito das Águas Paulista.